sicnot

Perfil

Atentado em Nice

França decreta luto nacional de três dias

O Presidente francês, François Hollande, decretou três dias de luto nacional, de sábado a segunda-feira, na sequência do atentado em Nice (sudeste) que fez pelo menos 84 mortos na quinta-feira à noite, anunciou o primeiro-ministro.

© Philippe Wojazer / Reuters

Um projeto de lei para prolongar até final de outubro o estado de emergência, em vigor no país desde os atentados terroristas de novembro de 2015 em Paris, vai ser apresentado na quarta e quinta-feira ao parlamento, acrescentou Manuel Valls, no final de uma reunião de crise no Eliseu.

Valls afirmou que o "ato terrorista" em Nice prova, uma vez mais, que existe uma "situação de guerra" e garantiu que a França não se deixará desestabilizar, nem cederá perante os terroristas.

"A França é um grande país e uma grande democracia que não se deixará desestabilizar", sublinhou Valls, numa breve declaração pública no final do conselho de segurança e de defesa, a que presidiu Hollande.

Os serviços de segurança franceses identificaram o motorista do camião, que lançou o veículo contra a multidão na avenida marginal de Nice, como um cidadão franco-tunisino de 31 anos, residente na cidade.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente de França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Lusa

  • Taxa de desemprego abaixo dos 10%

    Economia

    A taxa de desemprego em fevereiro ficou afinal nos 9,9%. O Instituto Nacional de Estatística reviu o indicador em baixa de 0,1 pontos percentuais, esta sexta-feira. É o valor mais baixo desde fevereiro de 2009.

  • Incêndio dominado em Gondomar
    4:25

    País

    Está dominado o incêndio que esta manhã obrigou à evacuação da Escola Secundária de São Pedro da Cova, no concelho de Gondomar. A repórter Susana Bastos esteve no local.

  • "Tanolas" tem cadastro criminal e já foi condenado a pena suspensa
    0:55
  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    Luís Montenegro garante que nunca será candidato à presidência do PSD contra o Passos Coelho. Convidado da Quadratura do Círculo, na SIC Notícias, o líder da bancada dos sociais-democratas acha mesmo que é um exagero dizer-se que Pedro Passos Coelho está politicamente morto.