sicnot

Perfil

Atentado em Nice

ONU cumpre minuto de silêncio pelas vítimas de Nice

O Conselho de Segurança das Nações Unidas cumpriu hoje um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do ataque na cidade francesa Nice, que, na quinta-feira à noite, fez pelo menos 84 mortos.

© Sergei Karpukhin / Reuters

Antes de começarem uma reunião dedicada à situação no Iraque, os embaixadores dos 15 países-membros do Conselho de Segurança (cinco permanentes e dez rotativos) levantaram-se, inclinaram as cabeças em sinal de respeito e observaram um minuto de silêncio.

John Kerry e Serguei Lavrov, chefes da diplomacia de dois dos países com assento permanente no Conselho, Estados Unidos e Rússia, respetivamente, deslocaram-se, juntos, à embaixada francesa na capital russa, Moscovo, para aí depositarem flores vermelhas e brancas e deixarem uma mensagem de condolências.

"A Rússia está solidária com o povo francês. Partilhamos a vossa dor", disse Lavrov, manifestando "determinação" em não "ceder" ao terrorismo.

"Possamos dar provas de força e determinação para acabar com o flagelo do terror", corroborou Kerry.

Os dois chefes de diplomacia estiveram reunidos durante várias horas, durante a manhã, para discutir a situação na Síria, mas, antes de começarem os trabalhos, cumpriram também um minuto de silêncio em memória das vítimas do ataque em Nice, perpetrado por um cidadão franco-tunisino residente na cidade e que as autoridades francesas acreditam ter um cunho terrorista.

Entre os 84 mortos estão, pelo menos, nove estrangeiros e, entre as dezenas de feridos, está, pelo menos, um cidadão português.


Lusa

  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.