sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Parlamento unânime na condenação e pesar pelo atentado em Nice

O parlamento foi hoje unânime na aprovação de um voto de condenação e pesar pelo atentado com um camião em Nice, França, que provocou 84 mortos no Dia Nacional de França, 14 de julho.

© Eric Gaillard / Reuters

Na última sessão plenária da I sessão legislativa da XIII Legislatura antes das férias de verão, todos os grupos parlamentares votaram favoravelmente, na presença do embaixador francês em Lisboa, guardando em seguida um minuto de silêncio em memória das vítimas.

"Em Nice, um camião avançou cobardemente sobre centenas de pessoas que estavam a celebrar os valores da liberdade, da igualdade e da fraternidade", lê-se no texto da Assembleia da República.

Os deputados subscritores declaram que "Portugal diz presente por uma política que afirme e defenda os valores da liberdade, democracia e soberania dos estados, orientada para uma cultura de segurança e cooperação nas relações internacionais".

Lusa

  • Assembleia-geral do Sporting marcada para 23 de junho
    2:57
  • Congresso do PS começa hoje na Batalha

    País

    O 22.º Congresso do PS começa hoje, na Batalha, distrito de Leiria, e durante o qual o secretário-geral, António Costa, deverá defender uma linha de continuidade estratégica, procurando, em simultâneo, projetar desafios estruturais que se colocam ao país.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • Juiz impede acesso a informações bancárias e e-mails de António Mexia
    1:50

    País

    No inquérito crime que investiga a EDP, continua um braço de ferro entre o Ministério Público e o juiz de instrução. O magistrado voltou a negar o acesso a informações bancárias e a e-mails de António Mexia, que constavam dos processos da Operação Marquês e do universo Espírito Santo.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC