sicnot

Perfil

Atentado em Nice

Polícia francesa pede a Nice para destruir vídeos do ataque

© Pascal Rossignol / Reuters

A polícia francesa pediu às autoridades na cidade de Nice para destruírem as imagens de vídeo capturadas no massacre da semana passada, em que um homem ao volante de um camião matou 84 pessoas por atropelamento.

No pedido, visto hoje e divulgado pela agência France Presse, a unidade de anti-terrorismo da polícia em Paris solicita a Nice que "proceda com a completa destruição dos vídeos de todas as câmaras usadas na 'Promenade des Anglais", o nome da avenida marginal na cidade, onde o massacre ocorreu no passado dia 14 de de julho.

O tunisino Mohamed Lahouaiej Bouhlel conduziu um camião de 19 toneladas contra uma multidão que assistia na avenida marginal de Nice ao fogo-de-artifício de comemoração do Dia da Bastilha e foi depois morto pela polícia.

O pedido de destruição dos vídeos, datado de 20 de julho, é relativo a "todas as cópias de vídeos da cena do crime criadas fora da investigação".

Uma fonte não identificada da Procuradoria em Paris, que lidera a investigação do incidente, afirmou à AFP que a polícia pretende prevenir a disseminação das imagens "profundamente chocantes".

"Estas imagens são provas seladas [a serem usadas apenas] para fins da investigação", acrescentou a fonte.

Philippe Blanchetier, um advogado da cidade de Nice, presidida pelo partido Os Republicanos, na oposição, considerou o pedido problemático, porque envolve a manipulação de provas, e recordou que as imagens são, normalmente, apagadas ao fim de 10 dias.

Lusa

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16