sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Conselho de Ministros reúne-se hoje para aprovar orçamento retificativo

O Conselho de Ministros vai reunir-se hoje de manhã para discutir e aprovar um orçamento retificativo, na sequência do processo Banif, disse fonte do gabinete do primeiro-ministro.

LUSA


A reunião do Conselho de Ministros está marcada para as 09:00 e hoje mesmo o documento deverá ser enviado à Assembleia da República, disse a fonte.

O orçamento retificativo surge na sequência da venda do Banif ao Banco Santander Totta, por 150 milhões de euros, um processo que envolve um apoio público estimado de 2.255 milhões de euros.

O primeiro-ministro, António Costa, numa comunicação ao país na noite de domingo, disse que a venda "tem um custo muito elevado para os contribuintes", mas é a solução "que melhor defende o interesse nacional".

Um comunicado do Banco de Portugal explicitou que a operação envolve "um apoio público estimado em 2.255 milhões de euros que visam cobrir contingências futuras, dos quais 489 milhões de euros pelo Fundo de Resolução e 1.766 milhões diretamente do Estado".

A alienação foi tomada "no contexto de uma medida de resolução".

Antes desta decisão do Governo, a administração do banco recebeu, na sexta-feira, seis propostas de compra. Foram conhecidas as ofertas dos bancos Santander e Popular, do fundo de investimento americano J. C. Flower, da Apollo e de um fundo sino-americano.

As ações do Banif estão suspensas de negociação desde quinta-feira, por decisão da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que disse estar a aguardar a "prestação de informação relevante" sobre o processo de venda. Quando foram suspensos, os títulos estavam a valorizar 43% para 0,002 euros (0,2 cêntimos).

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.