sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Henrique Neto muito apreensivo com a solução encontrada para o Banif

O candidato presidencial Henrique Neto viu hoje com "muita apreensão e pouca satisfação" a solução do Governo relativamente ao Banif, ficando surpreendido com a naturalidade com que os seus opositores na corrida a Belém aceitaram esta decisão.

Em declarações à agência Lusa, Henrique Neto considerou que "a comissão de inquérito parlamentar justifica-se", mas aquilo que quer saber é "o que vai acontecer às pessoas, aos gestores e aos amigos dos gestores, aos partidos e aos governos e aos dirigentes que de uma maneira sistemática, ao longo de muitos anos, estão a deixar que a economia portuguesa se degrade, que o sistema financeiro entre em colapso e que ao fim do processo não sejam responsáveis e se limitem a dizer que agora não há nada a fazer".

"Vejo com muita apreensão e pouca satisfação e mais do que isso fico surpreendido que os outros candidatos à Presidência da República oriundos dos governos tenham aceitado, por aquilo que tenho ouvido, com tanta naturalidade esta situação do Banif", criticou, recordando que este problema "é conhecido há anos" e que "ninguém fez nada durante três, quatro anos para resolver o problema".

O empresário enfatizou que sendo conhecidas todas "as disfunções do sistema financeiro", é "espantoso que não se tendo feito nada durante todo este tempo, ninguém tenha alertado para a situação e agora ninguém se importe que sejam os portugueses a pagar a conta".

"Eu importo-me e não estou nada de acordo com a facilidade com que isto está a ser aceite", lamentou.

Henrique Neto foi mais longe e disse não aceitar o raciocínio subjacente à ideia de não haver preocupação "em resolver as coisas em tempo útil, favorecer os amigos e os amigos dos amigos ao longo de anos e depois quando chega a 25.ª hora apenas se dizer: Agora não há mais nada a fazer".

"Independentemente do que haveria ou não haveria a fazer nas atuais circunstâncias, aquilo que me interessa é o que não foi feito ao longo dos últimos anos e de saber porque é que o Banif chegou a esta situação", condenou.

Para o ex-deputado socialista, se continuar esta atitude "é evidente que o país nunca mais vai sair desta situação de crise permanente e dos portugueses trabalharem para criar a riqueza que é destruída pelos governos de uma maneira sistemática".

O Governo e o Banco de Portugal decidiram a venda da atividade do Banif e da maior parte dos seus ativos e passivos ao Banco Santander Totta por 150 milhões de euros, anunciou o Banco de Portugal em comunicado no domingo.

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros o Orçamento Retificativo na sequência da venda do Banif ao Santander Totta, processo que envolve um apoio público estimado de 2.255 milhões de euros.

Lusa

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.