sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Proposta do Santander para o Banif era a que melhor protegia sistema e contribuintes

O ministro das Finanças, Mário Centeno, asseverou hoje que a proposta do Santander pelo Banif era a que melhor salvaguardava o "sistema" financeiro" e protegia o "dinheiro dos contribuintes".

TIAGO PETINGA/LUSA

Falando no parlamento, na discussão do Orçamento Retificativo apresentado a propósito da situação financeira do Banif, Centeno - que respondia ao deputado do PSD Duarte Pacheco - asseverou que apenas duas propostas de compra "cumpriam os critérios de venda estipulados", a do Santander e do Popular.

A venda foi uma "decisão difícil" sobretudo pelas "condições" em que ocorreu: "Vender um banco em contexto de resolução em 24 horas não é uma tarefa fácil", sustentou Mário Centeno.

O PSD demonstrou no debate parlamentar de hoje preocupações com os postos de trabalho de quadros do Banif e alertou para o facto de o Fundo de Resolução da banca ter sido reforçado "exclusivamente com capitais públicos".

Já o Bloco de Esquerda (BE), pela deputada Mariana Mortágua, considerou "inaceitável" a proposta do Governo para o Banif: "não garante os postos de trabalho e entrega demasiado dinheiro dos contribuintes ao Santander".

A alternativa seria a "manutenção do banco na esfera pública" mesmo que tal carregue uma "determinação" do executivo "perante as pressões de Bruxelas".

Para o PCP, PSD e CDS "deixaram lixo escondido para justificar a propaganda da saída limpa" do programa de ajustamento "e com isso enganaram os portugueses".

"PSD e CDS têm tentado tudo para fazer crer que este problema foi gerado nas últimas semanas. O PCP desde finais de 2012, começos de 2013, traz este problema ao parlamento", assinalou o deputado comunista Miguel Tiago.Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20