sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

PCP pede audições a Passos, Gaspar, Durão, Centeno e responsáveis da TVI sobre Banif

O PCP quer ouvir o primeiro-ministro e ministros das Finanças do Governo PSD/CDS-PP, o ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso, mas também o atual titular das Finanças e responsáveis da TVI no inquérito à resolução do Banif.

(Reuters)

(Reuters)

Segundo os requerimentos do grupo parlamentar comunista, que hoje serão entregues na comissão de inquérito da Assembleia da República, Passos Coelho, Vítor Gaspar e Maria Luís Albuquerque estão entre as personalidades das quais os comunistas querem ouvir explicações.

Também o atual ministro das Finanças, Mário Centeno, e o seu secretário de Estado-Adjunto, do Tesouro e das Finanças, Ricardo Félix Mourinho, constam do rol de audiências solicitadas pelo PCP, incluindo os responsáveis máximos pelo Banco de Portugal e pela Comissão dos Mercados de Valores Mobiliários, Carlos Costa e Carlos Tavares, respetivamente.

Os deputados comunistas, nomeadamente Miguel Tiago e Paulo Sá, pretendem também questionar o antigo primeiro-ministro e posterior líder da Comissão Europeia, Durão Barroso, assim como a comissária europeia da concorrência Margrethe Vestager, o diretor-geral-adjunto para os auxílios de Estado da mesma instituição, Gert-Jan Koopman, e o diretor-geral para a concorrência da Comissão Europeia e ex-chefe de gabinete de Durão Barroso, Johannes Laitenberger.

A propósito das notícias veiculadas pela TVI, a bancada parlamentar comunista deseja ainda convocar para audições o diretor de informação do canal de Queluz de Baixo, Sérgio Figueiredo, e o jornalista e comentador António Costa.

Entre os 34 homens e mulheres que o PCP quer ouvir contam-se ainda diversos administradores e responsáveis do Banif, bem como auditores externos àquela instituição bancária. Os parlamentares do PCP requisitaram ainda numerosa documentação ao Banif, Governo, Banco de Portugal, Comissão Europeia, entre outros.

A comissão parlamentar de inquérito reúne-se hoje, pelas 14:30, só com os coordenadores dos partidos na comissão, seguindo-se um encontro aberto para definir a documentação a pedir às várias entidades ligadas à venda do Banif e as audições a solicitar.

O "avaliar" do "comportamento da autoridade de supervisão financeira, o Banco de Portugal, sobre o caso Banif, é um dos objetivos da comissão parlamentar de inquérito sobre a venda do banco.

O processo de venda, em dezembro de 2015, irá dominar os trabalhos para se proceder à "avaliação de riscos e alternativas" da decisão, "no interesse dos seus trabalhadores, dos depositantes, dos contribuintes e da estabilidade do sistema financeiro".

A 20 de dezembro o Governo e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif, com a venda de parte da atividade bancária ao Santander Totta, por 150 milhões de euros, e a transferência de outros ativos - incluindo 'tóxicos' - para a nova sociedade veículo.

A resolução foi acompanhada de um apoio público de 2.255 milhões de euros, sendo que 1.766 milhões de euros saem diretamente do Estado e 489 milhões do Fundo de Resolução bancário, que consolida nas contas públicas.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59