sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Maria Luís quer "repor a verdade" e diz que não houve planos de reestruturação chumbados

A antiga ministra Maria Luís Albuquerque está hoje a ser ouvida na comissão de inquérito ao Banif e declarou no começo da sua intervenção querer "repor a verdade", vincando que não houve planos de reestruturação do banco chumbados.

JOS\303\211 SENA GOUL\303\203O

"Não houve nenhum plano chumbado" por Bruxelas, realçou a antiga titular da pasta das Finanças do executivo PSD/CDS-PP, acrescentando que o que houve foi "houve oito versões que foram discutidas e negociadas".

Maria Luís Albuquerque diz que ao longo das oito versões houve pontos que ficaram fechados e outros que foram regularmente "discutidos", e lembrou que o plano tinha sempre "subjacente o cenário macroeconómico".

"O cenário macroeconómico é algo dinâmico, e é preciso refletir essas alterações no plano de reestruturação", sustentou, dando este como um dos motivos para as várias versões do plano de reestruturação.

E concretizou: "A decisão formal de chumbar ou aprovar o plano não existiu", visto que "uma vez feita a resolução do Banif, a Comissão Europeia encerrou o processo de avaliação que estava em curso".

Maria Luís Albuquerque, atual deputada do PSD e recém-eleita vice-presidente do partido, começou a ser ouvida na comissão de inquérito cerca das 18:30, uma hora depois do arranque previsto. A atrasar o começo dos trabalhos esteve o prolongar do plenário da Assembleia da República.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46