sicnot

Perfil

Banif

Banif

Banif

Comissária europeia disposta a dar todas as respostas sobre o Banif

A comissária europeia para a Concorrência, Margrethe Vestager, disponibilizou-se hoje a responder a qualquer questão que possa ser levantada sobre o Banif, esclarecendo ter já havido troca de informação no âmbito da comissão parlamentar de inquérito.

Margrethe Vestager, comissária europeia para a Concorrência.

Margrethe Vestager, comissária europeia para a Concorrência.

© Francois Lenoir / Reuters

"A Comissão [Europeia] tem sido mencionada vezes sem conta e gostaríamos de responder a algumas questões", disse hoje Vestager, numa conferência de imprensa em Bruxelas.

A comissária esclareceu que "num primeiro passo, houve um pedido para troca de alguns documentos", a que irão "proceder".

Depois, disse esperar que Bruxelas possa "dar respostas mais substanciais a algumas das perguntas porque tem havido muito interesse sobre a atuação da Comissão" no processo de resolução do Banif.

Questionada sobre a rejeição, pelo governo anterior de Passos Coelho, de uma eventual proposta da Ample Harvest Investment Capital para a compra do banco, a comissária sublinhou que "não competia [a Bruxelas] decidir sobre quem devia comprar".

A 20 de dezembro, o Governo PS e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif com a venda da atividade bancária ao Santander Totta por 150 milhões de euros e a criação da sociedade-veículo Oitante para a qual foram transferidos os ativos não adquiridos pelo Totta.

O Banif S.A., que agora é o 'banco mau' - à semelhança do 'banco mau' BES - continua a existir, tendo ficado aí as posições dos acionistas e obrigacionistas subordinados e as operações que o banco tinha no Brasil e em Cabo Verde. No futuro, esta entidade será liquidada.

No âmbito da medida de resolução foi feita uma injeção de capital de 2.255 milhões de euros (valor líquido da receita obtida do Santander). Deste montante, 489 milhões de euros vieram do Fundo de Resolução, que é uma entidade incluída nas administrações públicas, e 1.766 milhões de euros vieram diretamente do Estado.

Lusa

  • Ex-ministra diz que Ample não concorreu à compra do Banif
    0:23

    Banif

    Maria Luís Albuquerque rejeita que a proposta de compra do Banif pelo fundo de Hong Kong fosse mais que uma manifestação de interesse. À entrada para a Comissão de Economia, onde está a ser ouvida no Parlamento, a antiga ministra das Finanças explicou porque é que o Governo não considerou a proposta da Ample.

  • Carlos Costa já tinha sugerido criação de banco mau na Comissão de Inquérito ao Banif
    0:49

    Economia

    A ideia de criar um banco mau, que possa receber os créditos em risco ou incobráveis dos bancos nacionais, lançada pelo primeiro-ministro este fim-de-semana já tinha sido defendida pelo Governador do Banco de Portugal. Na semana passada, na Comissão de Inquérito ao Banif, Carlos Costa defendeu a criação em Portugal de um veículo para os ativos tóxicos da banca à luz dos modelos implementados em Espanha e na Irlanda.

  • Centeno voltou a criticar Banco de Portugal e anterior governo
    1:56

    Banif

    O ministro das Finanças diz que o processo do Banif ficará como a lição mais cara da História. Na comissão de inquérito, voltou a acusar o Banco de Portugal e o anterior Governo de omissões e pouca assertividade. Mário Centeno confirmou ainda que o Santander esteve presente na reunião onde ficou decidida a resolução.

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.