sicnot

Perfil

Benfica Campeão

Benfica Campeão

Benfica Campeão 2014/2015

Milhares no Marquês de Pombal para receber o Benfica bicampeão

Milhares de adeptos do Benfica concentraram-se hoje na Praça Marquês de Pombal, em Lisboa, para festejar a conquista do título de campeão nacional de futebol, e aguardam a chegada da equipa 'encarnada'.

Lusa

A equipa, que garantiu o 34.º título, segundo consecutivo, com um empate 0-0 no terreno do Vitória de Guimarães, tem chegada a Lisboa prevista para cerca da meia-noite, encaminhando-se depois para o Marquês de Pombal, onde vai celebrar a conquista com os adeptos.

Perto das 20:00, após o final do jogo de Guimarães e do empate do FC Porto com o Belenenses (1-1), que ajudou a antecipar o título 'encarnado', os primeiros adeptos do Benfica começaram a chegar ao Marquês de Pombal, onde estão instalados dois palcos e alguns ecrãs, nomeadamente dois gigantes em fachadas de prédios.

Milhares de adeptos foram-se acumulando no local e, duas horas depois, a praça estava coberta por uma mancha 'encarnada', enquanto nas artérias adjacentes muitos continuavam a encaminhar-se para a zona dos festejos do título de bicampeão, algo que o Benfica não conseguia há 31 anos.

Os cânticos dos seguidores da equipa da Luz vão sendo acompanhados de música e luzes, estando previsto um espetáculo de fogo-de-artifício já com a presença da equipa.

A comitiva do Benfica, que saiu do Estádio D. Afonso Henriques perto das 21:30, viaja de avião a partir do Porto e prevê-se que aterre no terminal de Figo Maduro, em Lisboa, perto da meia-noite.

De seguida, desloca-se com alguma rapidez para a Praça Marquês de Pombal, num autocarro fechado. Durante o trajeto não haverá qualquer tipo de festejos com adeptos, ficando tudo reservado para a zona das celebrações.








Lusa
  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.