sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Juncker insiste que não haverá novas negociações porque "fora é fora"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, insistiu hoje que "não haverá qualquer tipo de nova negociação" com o Reino Unido na sequência do referendo sobre a permanência na União Europeia, sublinhando que uma saída será definitiva.

© Yves Herman / Reuters

"Fora é fora", afirmou, quando questionado sobre o referendo durante uma conferência de imprensa conjunta com o chanceler austríaco, Christian Kern, em Bruxelas, na véspera da consulta no Reino Unido, agendada para quinta-feira.

O presidente da Comissão apontou que "os políticos britânicos e os eleitores britânicos devem saber que não haverá qualquer tipo de nova negociação" com Londres, recordando que os restantes 27 Estados-membros já fizeram muitas concessões no quadro do acordo fechado com o primeiro-ministro, David Cameron, em fevereiro passado.

Para sexta-feira de manhã (10:30 locais, 11:30 em Lisboa) está prevista uma reunião, em Bruxelas, entre os presidentes das principais instituições europeias, designadamente Juncker, Donald Tusk (Conselho) e Martin Schulz (Parlamento Europeu), e ainda Mark Rutte, primeiro-ministro holandês, por ser este o país que detém, até julho, a presidência rotativa da União Europeia, para discutir o resultado do referendo.

Lusa

  • Buscas e apreensões na esquadra da PSP na Brandoa

    País

    O Ministério Público de Sintra esteve a fazer buscas e apreensões, esta manhã, na esquadra da PSP da Brandoa, no concelho da Amadora. De acordo com a Procuradoria-Gera Distrital de Lisboa, em causa estão crimes de corrupção passiva e ativa e abuso de poder.

  • Portugueses divididos na recondução da procuradora-geral da República
    1:31
  • "Os castigos incluiam sovas frequentes e até estrangulamento"
    5:03
  • Teste ao sangue deteta oito tipos de cancro

    Mundo

    Um novo teste sanguíneo experimental permitiu detetar precocemente os oito cancros mais frequentes em 70 por cento dos casos, de acordo com um estudo publicado na revista Nature feito por investigadores nos Estados Unidos.