sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Presidentes das instituições europeias reúnem-se hoje para discutir resultado do referendo

Os presidentes das principais instituições europeias vão reunir-se hoje em Bruxelas para debaterem o resultado do referendo de quinta-feira, em que os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido deve sair da União Europeia (UE).

© Vincent Kessler / Reuters

Para além dos presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, do Conselho Europeu, Donald Tusk, e do Parlamento Europeu, Martin Schulz, a reunião extraordinária de líderes europeus incluirá também Mark Rutte, primeiro-ministro holandês, por ser este o país que detém, até julho, a presidência rotativa da União Europeia.

Jean-Claude Juncker, insistiu, na véspera do referendo, que "não haverá qualquer tipo de nova negociação" com o Reino Unido, sublinhando que uma saída será definitiva. "Fora é fora", afirmou.

O referendo foi convocado pelo primeiro-ministro britânico, David Cameron, em fevereiro depois de negociar uma série de reformas com Bruxelas, incluindo a restrição à assistência social por imigrantes da UE durante os primeiros quatro anos após a entrada no Reino Unido para trabalhar.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.