sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

UE nomeia Didier Seeuws para negociar o Brexit

O diplomata belga Didier Seeuws foi nomeado pela União Europeia para dirigir a equipa encarregada de negociar a saída do Reino Unido da UE, indicam a AFP e a EFE, que citam fontes comunitárias não identificadas.

© Toby Melville / Reuters

Seeuws, de 50 anos, era até agora diretor dos departamentos do Transporte, Telecomunicações e Energia do Conselho Europeu.

O diplomata belga foi porta-voz do antigo primeiro-ministro liberal belga, Guy Verhofstadt, atualmente deputado europeu, e também chefe de gabinete do compatriota Herman van Rompuy, primeiro presidente permanente do Conselho Europeu, até novembro de 2014.

O Reino Unido votou na passada quinta-feira a favor de uma saída da União Europeia num referendo não vinculativo, resultado que levou ao anúncio de demissão do chefe do Governo britânico, David Cameron.

O Governo britânico deve agora criar as condições para a aprovação pelo Parlamento britânico da decisão de saída da União Europeia e, em seguida, invocar o artigo 50º do Tratado de Lisboa, ou seja a cláusula de retirada voluntária e unilateral da UE, até agora nunca invocada.

As negociações para o abandono da União Europeia podem demorar até dois anos após a notificação formal da intenção de saída por parte do Reino Unido, de acordo com o mesmo artigo, período durante o qual será determinada a natureza da nova relação entre britânicos e europeus.

Lusa

  • Tsipras culpa líderes europeus pela vitória do Brexit
    0:46

    Brexit

    Alexis Tsipras afirma que os verdadeiros culpados pela vitória do Brexit são os líderes europeus, responsáveis por uma europa que só está unida no nome. O primeiro-ministro grego lembra que as políticas de austeridade e a retórica anti-emigração há muito que alimentam o populismo e os nacionalismos.

  • Brexit trouxe incerteza aos portugueses no Reino Unido
    2:21

    Brexit

    O Reino Unido é o principal destino da emigração portuguesa, e só em Londres, na zona de stockwell, estima-se que vivam cerca de 40 mil portugueses. Entre eles, a SIC encontrou um emigrante que chegou a Inglaterra numa altura em que Portugal que ainda não fazia parte da União Europeia.

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.