sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Líder trabalhista britânico perde voto de confiança, recusa demitir-se

O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, perdeu hoje uma moção de confiança do seu partido, que o acusa de não ter feito o suficiente na campanha pela manutenção do Reino Unido na União Europeia. Corbyn garante que não apresentará a sua demissão.

© Stefan Wermuth / Reuters

A moção foi votada por 172 deputados, 40 apoiaram o dirigente trabalhista.

"Fui eleito democraticamente líder do nosso partido para uma política diferente por 60% dos membros e apoiantes do Labour e não vou traí-los ao demitir-me", garantiu entretanto Corbyn numa declaração enviada por e-mail, citada pela agência Reuters. "Hoje, o voto dos deputados não tem legitimidade constitucional", afirmou.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido deve sair da UE, depois de o Brexit (nome como ficou conhecida a saída britânica da União Europeia) ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira.

Logo na sexta-feira, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou a sua demissão, com efeitos em outubro, e os líderes da UE defenderam uma saída rápida do Reino Unido.

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.