sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

PM escocesa vai a Bruxelas defender lugar da Escócia na UE

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, disse-se hoje "absolutamente determinada" a defender o lugar da Escócia na União Europeia (UE) e anunciou que vai na quarta-feira a Bruxelas para se reunir com dirigentes europeus.

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia

Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia

© Clodagh Kilcoyne / Reuters

"Estou determinada, absolutamente determinada, a preservar a relação e o lugar da Escócia na UE", disse Sturgeon, líder do partido independentista SNP, ao discursar no parlamento escocês pela primeira vez desde a vitória do 'Brexit'.

"Se saíssemos da Europa, isso seria contra a nossa vontade" e "democraticamente inaceitável", prosseguiu, sublinhando que os escoceses votaram maioritariamente (62%) pela permanência na UE no referendo de 23 de junho.

"Amanhã [quarta-feira] farei uma primeira visita a Bruxelas para explicar a posição e os interesses da Escócia", disse, precisando que vai nomeadamente reunir-se com o presidente do Parlamento Europeu, Martin Shulz.

Sturgeon disse ainda que o seu governo defenderá todos os europeus que residem na Escócia e que os incidentes xenófobos denunciados nos últimos dias "não serão tolerados".

Lusa

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.