sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Brexit não afetará negociações de acordo comercial entre a UE e os Estados Unidos

A comissária europeia do Comércio garantiu esta quinta-feira que o Brexit não afetará as negociações de um vasto acordo comercial entre a União Europeia e os Estados Unidos para criar a maiorbrexir zona de comércio livre e investimento do mundo.

"Estamos determinados a continuar essas negociações. Elas são importantes para a Europa, para a nossa economia, para os nossos empregos, para os nossos empresários, para os nossos consumidores, e faz muito sentido fazê-lo mesmo a 27", disse a comissária Cecilia Malmstroem à rádio France Info.

"A Europa é o maior mercado do mundo. E vai continuar a sê-lo, mesmo sem o Reino Unido", disse Malmstroem, que acabou de regressar de negociações comerciais nos Estados Unidos.

"Os norte-americanos estão determinados a prosseguir connosco", afirmou a responsável europeia, acrescentando que os líderes da UE todos concordaram numa cimeira realizada esta semana em Bruxelas que "as conversações devem continuar".

Malmstroem disse que a votação no referendo britânico da semana passada a favor da saída da UE "não muda nada" no processo, estando os Estados Unidos e a União Europeia a trabalhar "muito intensivamente" para alcançar um acordo quanto à chamada Transatlantic Trade and Investment Partnership (TTIP - Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento) antes do fim da presidência de Barack Obama, em janeiro de 2017.

As suas garantias de que todos os membros da UE estão de acordo nesta matéria contrariam os comentários feitos no domingo pelo primeiro-ministro francês, Manuel Valls.

"Digo-vos francamente: não pode haver um acordo sobre o tratado transatlântico", declarou Valls, argumentando que o acordo, que tem merecido cada vez mais críticas na Europa, especialmente em França e na Alemanha, seria "terreno fértil para o aumento do populismo" e negativo para a economia da Europa.

Os detratores europeus do acordo temem sobretudo o impacto na agricultura e no ambiente.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54