sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

"Os heróis de ontem são hoje tristes heróis"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou hoje na sessão do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, que os "heróis de ontem do Brexit são hoje tristes heróis", referindo-se aos protagonistas do referendo do Reino Unido.

O líder do executivo comunitário aos eurodeputados, Jean-Claude Juncker, teceu duras críticas relativas aos protagonistas do Brexit, como Boris Johnson e Nigel Farage, entre outros.

"Aqueles que contribuíram para a situação do Reino Unido demitiram-se. Eles não são patriotas, porque os patriotas não se demitem quando as coisas se tornam difíceis. Ficam", argumentou.

Num debate sobre as conclusões da última cimeira de chefes de Estado e do Governo, que se centrou na vitória da opção pela saída do Reino Unido da União Europeia, Juncker disse que "os heróis de ontem do Brexit, são hoje os tristes heróis do Brexit". Afirmou ainda não compreender que os partidários da saída peçam tempo para afirmarem os seus planos para o futuro.

"Em vez de desenvolverem um plano, estão a abandonar o navio", criticou.

Jean-Claude Juncker fez ainda eco da mensagem repetida momentos antes pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que sem notificação por parte do Reino Unido do seu desejo de saída (Artº nº50 - Tratado de Lisboa) não há negociações sobre as futuras relações.

O presidente da Comissão Europeia reafirmou que a participação no mercado único implica o respeito total "pelas quatro liberdades, incluindo a de circulação".

Com Lusa

  • Juncker diz que Escócia ganhou o direito de ser ouvida em Bruxelas
    0:32

    Brexit

    O presidente da Comissão Europeia diz que a Escócia ganhou o direito de ser ouvida em Bruxelas. Esta tarde está previsto um encontro entre Jean-Claude Juncker e a primeira-ministra da Escócia. Juncker diz no entanto que não cabe nem à Comissão Europeia, nem ao Conselho Europeu, interferir no processo de cisão da Escócia do Reino Unido.

  • "Porque está aqui?", diz Juncker a Farage no Parlamento Europeu
    0:53

    Brexit

    Jean-Claude Juncker voltou a lamentar o resultado do referendo no Reino Unido, mas sublinha que é preciso respeitar a vontade expressa pelo povo e insiste que o governo britânico deve ativar o artigo 50 o quanto antes. O presidente da Comissão Europeia confrontou hoje os eurodeputadas britânicos que defenderam o Brexit. Após a participação do líder do Partido da Independência do Reino Unido, Nigel Farage, Juncker perguntou-lhe o que estava a fazer no Parlamento Europeu.

  • Juncker quer acelerar negociações com os britânicos
    0:34

    Brexit

    O presidente da Comissão Europeia rejeitou que a saída do Reino Unido represente o princípio do fim da União Europeia (UE). "A união é o enquadramento do nosso futuro político comum", diz Jean-Claude Juncker que não quer que a incerteza se prolongue e pretende acelerar as negociações com os britânicos.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.