sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Libra cai para valor mais baixo em 31 anos

A libra esterlina caiu hoje para o seu nível mais baixo em 31 anos ao cotar-se abaixo de 1,30 dólares devido à incerteza no âmbito do brexit, como é conhecida a saída do Reino Unido da União Europeia.

© Toby Melville / Reuters

A moeda britânica caiu para 1,286 dólares nos mercados asiáticos, enquanto em Londres estava cotada esta manhã em 1,290, uma descida de 0,87% em relação ao dia anterior.

Face ao euro, a libra perdeu 0,77%, até 1,167 euros, o nível mais baixo desde 2013.

Na terça-feira, o governador do banco de Inglaterra, Mark Carney, admitiu que os riscos do brexit "começaram a solidificar-se".

Para mitigar o efeito do brexit, o banco central propôs a flexibilização dos requisitos de capital para os bancos britânicos para fomentar o crédito e fortalecer a economia.

Lusa

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47
  • Um olhar sobre a tragédia através das redes sociais
    3:22
  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18