sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

PM italiano defende que Europa "não está acabada" após Brexit

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, defendeu esta segunda-feira que a União Europeia "não está acabada" após a saída do Reino Unido, numa conferência de imprensa com a chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, François Hollande.

"Muitos pensaram, depois do Brexit, que a Europa estava acabada. Não é esse o caso", declarou Renzi a bordo do porta-aviões Garibaldi, ao largo da ilha italiana de Ventotene, antes de um jantar de trabalho com Merkel e Hollande.

Os três dirigentes europeus procuram formas para relançar a União Europeia após o choque do resultado do referendo de 23 de junho, a favor da saída dos britânicos da UE.

"O risco atual na Europa é a fragmentação, a divisão", indicou, por seu turno, François Hollande.

O Brexit e suas consequências sobre o futuro da UE rapidamente fizeram com que os dirigentes italiano, alemão e francês se reunissem numa anterior minicimeira, em Berlim, a 27 de junho, onde apelaram para um "novo impulso" à Europa.

O seu encontro desta segunda-feira no Mediterrâneo ocorre três semanas antes de uma cimeira europeia extraordinária agendada para 16 de setembro em Bratislava e convocada após o inesperado golpe do 'Brexit'.

Por sua vez, Merkel precisou que a crise migratória que a União Europeia, e a Alemanha em particular, enfrentam será um dos temas do jantar de trabalho.

Antes, os três líderes europeus tinham visitado, na ilha vizinha de Ventotene, o túmulo de Altiero Spinelli, autor de um manifesto federalista frequentemente citado por Renzi, considerado um dos grandes inspiradores do projeto europeu e que Benito Mussolini encarcerou em 1941 naquela pequena ilha entre Roma e Nápoles.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52