sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Donald Tusk considera que ignorar lições do Brexit seria "erro fatal"

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, advertiu esta terça-feira que ignorar as lições do Brexit seria um "erro fatal" para a União Europeia, quando os dirigentes europeus se preparam para uma cimeira informal no fim de semana em Bratislava, Eslováquia.

Ao citar em particular os problemas migratórios e de segurança, Tusk referiu ainda que a cimeira dos 27 em Bratislava, sem o Reino Unido, constitui uma "viragem decisiva para proteger as fronteiras externas da União".

"Seria um erro fatal considerar que o resultado negativo do referendo no Reino Unido representa um problema especificamente britânico", escreveu o presidente do Conselho na carta de convite dirigida hoje aos 27 chefes de Estado e de governo.

O voto dos britânicos "é também uma tentativa desesperada de responder às questões que milhões de europeus colocam diariamente", acrescentou Tusk, ao citar as "questões sobre as garantias de segurança dos cidadãos e do seu território, as questões de proteção dos seus interesses, a sua herança cultural e o seu modo de vida".

"São questões às quais teremos de responder, mesmo se o Reino Unido tivesse optado por ficar" na União, prosseguiu.

A UE pretende lançar em Bratislava os alicerces do pós-Brexit, com uma ênfase particular na segurança para tentar de novo mobilizar a população da União, e num projeto que responda às inquietações dos europeus.

Segundo fontes diplomáticas europeias citadas pela agência noticiosa France-Presse, as discussões dos 27 na Eslováquia vão "centrar-se em torno do conceito e segurança", quer "externa" (proteção das fronteiras externas, reforço da defesa europeia) quer "interna", contra o terrorismo.

Lusa