sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Britânicos céticos quanto à estratégia do Governo

© Reuters

Apenas 16% dos britânicos consideram que o Governo está a agir bem em cumprir o Brexit enquanto outros 16% acham que a Grã-Bretanha vai acabar por não sair da União Europeia, de acordo com um novo inquérito divulgado esta sexta-feira.

A maioria dos inquiridos (50%) achava que o Governo, que até ao momento não revelou nada sobre a sua estratégia, estava a agir mal em relação ao Brexit, revelou a pesquisa online da YouGov para o jornal The Times.

De entre os inquiridos, 22% pensam que o Governo vem a agir "muito mal" desde o resultado saído do referendo de junho, no qual os britânicos escolheram a saída da Grã-Bretanha da União Europeia.

A primeira-ministra Theresa May disse que não irá invocar o artigo 50.º - o início do procedimento formal de saída - antes do final do ano e que quer controlar a imigração proveniente da União Europeia.

Questionados sobre se a Grã-Bretanha iria deixar a UE, 67% dos 1.658 entrevistados disseram que sim, 16% responderam que não e outros 16% disseram não saber.

Em relação ao desempenho de Theresa May à frente do Governo desde há dois meses, depois da saída do cargo de David Cameron, 46% consideram que é bom.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.