sicnot

Perfil

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit / Eleições no Reino Unido

Brexit

Theresa May apresenta amanhã livro branco sobre Brexit

© Stefan Wermuth / Reuters

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou hoje que vai apresentar na quinta-feira o livro branco sobre o Brexit, no qual especifica os objetivos do governo para as negociações de saída da União Europeia (UE).

A primeira-ministra conservadora fez o anúncio no debate semanal na Câmara dos Comuns, depois de deputados da oposição trabalhista terem exigido um documento formal com as metas para as negociações com Bruxelas.

Num discurso pronunciado em meados de janeiro, Theresa May adiantou as linhas principais das negociações do 'Brexit', tendo nomeadamente apontado o controlo do número de europeus que chegam ao país, a saída do mercado único europeu e a celebração de um amplo acordo comercial com a UE.

O parlamento britânico começa hoje a debater o projeto de lei que autorizará o executivo a acionar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, dando início a um período de dois anos de negociação.

Após o debate, os deputados deverão fazer uma primeira votação, prevista para as 19:00 (mesma hora em Lisboa), a qual decidirá se o projeto de lei passa para a fase seguinte, de debate nas comissões parlamentares.

Uma vez concluída a fase das comissões, o projeto voltará a ser debatido e votado no plenário, em princípio na próxima semana, após o que passa para a Câmara dos Lordes.

O projeto deve estar aprovado pela rainha Isabel II a 9 de março e nessa altura, segundo a imprensa, May comunicará formalmente aos 27 parceiros europeus a decisão do Reino Unido de sair da UE.

Lusa

  • Brexit discutido no Parlamento britânico
    1:14

    Brexit

    O Parlamento britânico começou esta terça-feira a discussão do projeto-lei para autorizar o Governo a ativar a saída do Reino Unido da União Europeia. Isto numa altura em que a primeira-ministra britânica está a ser alvo de contestação por causa do convite a Donald Trump para visitar o país. O projeto-lei deverá ser votado e aprovado em primeira leitura, esta quarta-feira.

  • Theresa May e restantes líderes do Reino Unido discutem o Brexit
    1:12

    Brexit

    A primeira-ministra britânica reuniu-se esta segunda-feira com os líderes dos Governos da Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte e garantiu que vai olhar com atenção para as propostas para o Brexit. O Governo escocês insiste que, se não for ouvido, vai mesmo avançar com um referendo para a independência.

  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.