sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

Parlamento britânico aprova eleições antecipadas para 8 de junho

O Parlamento britânico votou hoje a favor da moção proposta pelo Governo de antecipar as eleições legislativas para 08 de junho graças ao apoio da oposição.

A moção foi aprovada com 522 votos favoráveis e rejeitada por 13 deputados.
Nos termos da Lei do Parlamento de Prazo Fixo [Fixed Term Parliament Act] , aprovada em 2011, as eleições legislativas são automaticamente realizadas de cinco em cinco anos, pelo que as próximas só estavam agendadas para maio de 2020.
Porém, a lei permite que o parlamento antecipe a data se dois terços dos deputados o aprovarem, como aconteceu hoje com a moção proposta pelo governo após um anúncio surpresa da primeira-ministra, Theresa May, na terça-feira.
O partido Conservador tem 330 deputados, menos 104 do que os 434 necessários para aprovar sozinho a proposta.
Porém, contou com o apoio do partido Trabalhista, que tem 229 assentos na Câmara dos Comuns, e dos Liberais Democratas, que possuem nove deputados.
Ainda assim, em todos os deputados seguiram a indicação dos respetivos partidos, alegando razões pessoais para votar contra eleições antecipadas.
O Partido Nacionalista Escocês (54 deputados) absteve-se.
No discurso de abertura do debate parlamentar à moção, a líder do partido Conservador afirmou que as eleições antecipadas são a melhor forma de assegurar a segurança e estabilidade necessária para assegurar o melhor acordo para o Reino Unido nas negociações do 'Brexit', a saída do Reino Unido da União Europeia.
A chefe do governo entende ser do "interesse nacional" realizar estas eleições agora, enquanto os restantes 27 Estados-membros da UE concertam a sua posição e as orientações para o 'Brexit'.
Os líderes europeus reunir-se-ão em cimeira no dia 29 de abril, sendo esperado um documento com as orientações finais até ao final de maio.
"Cheguei à conclusão que a resposta para essa questão é organizar umas eleições agora, nesta janela de oportunidade antes que comecem as negociações", vincou Theresa May.
Theresa May acusou partidos da oposição de se oporem e atrapalharem o trabalho do governo para o 'Brexit' e entende que as eleições servirão para clarificar e reforçar a posição do executivo.
Na sua intervenção, o líder do partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, tentou desmontar as intenções da líder dos 'Tories'.
"A primeira-ministra disse que convocou as eleições para que o governo possa negociar o 'Brexit'. Nós tivemos um referendo que determinou esse mandado e o parlamento votou aceitando o resultado", lembrou.
Segundo Corbyn, "não há obstáculos à negociação do Governo, mas em vez meter mãos à obra, a primeira-ministra finge estar prisioneira dos Liberais Democratas, que alegadamente disseram que iriam travar o governo".
O líder do principal partido da oposição acusou os Conservadores de quererem usar o 'Brexit' para transformar o país "num paraíso fiscal de baixos salários".
Pelo contrário, afirmou, o Partido Trabalhista "investirá em todo o país para criar uma economia de salários altos e qualificações elevadas em que todos partilhem as recompensas".

Lusa

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Romelu Lukaku: força, potência e intensidade

    Mundial 2018 / Bélgica

    O avançado Romelu Lukaku foi eleito o Homem do Jogo entre Bélgica e Panamá. Num registo ofensivo em que a força e a potência são pilares para o sucesso junto às redes adversárias, Lukaku representa uma ameaça temível para qualquer defesa. Aos 25 anos, o ponta de lança que José Mourinho foi buscar ao Everton para dar outra intensidade ao ataque do Manchester United vive o melhor momento da carreira. Para já, assume-se como um candidato de respeito na corrida à Bota de Ouro deste Mundial.

  • Andreas Granqvist: o homem que destronou Ibrahimović

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de marcar o penálti que garantiu a vitória da Suécia frente à República da Coreia, Andreas Granqvist conquistou o título de homem do jogo. O capitão da equipa sueca foi também o vencedor da Bola de Ouro atribuída ao melhor futebolista sueco, em 2017, roubando o prémio ao carismático Ibrahimović, que já recebia a distinção há 10 anos consecutivos. Granqvist deu a vitória à Suécia e colocou a seleção escandinava no topo do grupo F, ao lado do México. Aos 32 anos, o defesa central é já um conhecedor dos relvados russos, já que alinha no FK Krasnodar.

  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Madonna esteve no Terreiro do Paço a ver o Brasil-Suíça
    0:15
  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC