sicnot

Perfil

Brexit

Brexit

Brexit

May promete submeter acordo final sobre Brexit "muito antes" da data de saída

Theresa May, primeira-ministra britânica.

Simon Dawson

A primeira-ministra britânica prometeu esta quarta-feira submeter ao Parlamento nacional o acordo final sobre o Brexit "muito antes" da data de saída da União Europeia, horas antes da votação de uma emenda que a obrigaria a fazê-lo.

Theresa May assegurou à Câmara dos Comuns que apresentará o acordo final com a UE com tempo para que possam ser feitas eventuais modificações.

O anúncio da primeira-ministra conservadora foi feito horas antes de um grupo de deputados do seu partido, liderado por Dominic Grieve, levar a votação uma emenda à proposta de lei de saída da UE em que exigem garantias legais de que o Parlamento de Westminster poderá pronunciar-se sobre o acordo final.

Se for aprovada, a emenda, que tem o apoio da oposição trabalhista, será uma derrota da primeira-ministra, imposta pelos seus próprios deputados.

"Submeteremos a votação na Câmara dos Comuns e na Câmara dos Lordes o acordo final entre o Reino Unido e a União Europeia antes que entre em vigor", disse May no debate parlamentar semanal.

Os deputados poderão votar o texto, que incluirá o futuro acordo comercial, "muito antes" da data prevista para o Brexit, 29 de março de 2019, insistiu May.

Numa outra tentativa para travar a emenda conservadora, o ministro para o Brexit, David Davis, escreveu esta quarta-feira aos deputados "rebeldes" para lhes assegurar que poderão pronunciar-se "de maneira significativa", e não apenas simbólica, sobre o acordo.

Apesar disso, Grieve afirmou já esta quarta-feira que as promessas de Davis não são suficientes e que quer uma garantia legal.

A proposta de lei de saída da UE vai transpor a legislação europeia para a legislação britânica.

Lusa

  • Hospitais públicos à beira da rutura
    2:28
  • OMS inclui dependência dos videojogos na lista de doenças mentais

    Mundo

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a dependência de videojogos na lista de doenças mentais, uma possibilidade que tinha sido prevista no início do ano e que foi anunciada esta segunda-feira. Este pode ser mais um argumento para os pais limitarem o tempo de acesso dos filhos às consolas, computadores e todos os dispositivos com videojogos.

  • Repitam comigo: Portugal vai ser campeão do Mundo
    4:56
  • "Estou a ser posta porta fora (...) faço o que vocês me disserem"
    2:43
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Rapper XXXTentacion morto em aparente tentativa de roubo

    Cultura

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, morreu na noite de segunda-feira depois de ter sido baleado, na Florida, no sudeste dos Estados Unidos. Um dos suspeitos terá disparado e atingido o rapper e, de seguida, dois suspeitos fugiram numa viatura escura. A polícia está a considerar tentativa de roubo.