sicnot

Perfil

Caso Bial

Caso Bial

Caso Bial

Último paciente internado em Rennes devido a ensaio clínico da Bial teve alta

O último paciente internado no Centro Hospitalar (CH) de Rennes na sequência da participação num ensaio clínico de um novo medicamente da farmacêutica portuguesa Bial em França teve hoje alta hospitalar, informou em comunicado a unidade de saúde.

© Stephane Mahe / Reuters

"O último paciente internado teve hoje alta hospitalar e pode regressar a casa, consequência da melhoria do seu estado de saúde. Os cuidados médicos dos três pacientes transferidos para estabelecimentos próximos das suas residências [...] foram definidos e coordenados pelo CH de Rennes. O estado de saúde desses pacientes continua a melhorar", indica o hospital francês no comunicado hoje divulgado.

As consultas de seguimento dos cinco pacientes que estiveram internados no CH de Rennes serão feitas por esta unidade hospitalar.

Relativamente às restantes 84 pessoas que voluntariamente participaram no ensaio clínico do fármaco da Bial, todos foram contactados pelo hospital francês e 28 já realizaram um exame neurológico e uma ressonância magnética cerebral.

"As anomalias clínicas e radiológicas apresentadas pelos pacientes hospitalizados não foram encontradas", afirma a unidade hospitalar.

O hospital já agendou consultas e exames para 38 outros pacientes e 14 pessoas vão ser acompanhadas em unidades clínicas próximas das suas residências, em coordenação com o serviço de neurologia do CH de Rennes, adianta o comunicado.

O hospital faz um novo ponto de situação na próxima segunda-feira, 25 de janeiro.

Um participante no ensaio clínico, na fase I, morreu no domingo, depois de declarada morte cerebral.

Ao todo, foram hospitalizados seis voluntários, que, segundo a agência noticiosa francesa AFP, receberam a dose mais elevada da molécula produzida pela Bial, testada em França pelo laboratório Biotrial.

O ensaio clínico visava testar um novo medicamento para tratar perturbações do humor como a ansiedade.

De acordo com um comunicado da Bial, o teste abrangeu 116 voluntários saudáveis, "dos quais 84 tomaram o composto experimental previamente, não tendo apresentado qualquer efeito secundário grave ou moderado".

A farmacêutica adianta que a medicação foi suspensa "a todos os participantes no ensaio", assim que tomou conhecimento de "um efeito adverso grave" num dos voluntários, a 11 de janeiro.

A Bial reitera que está a colaborar com as autoridades e entidades francesas para o apuramento das causas do incidente, assegurando que "não existe qualquer outro ensaio a decorrer com a molécula experimental" e que, até ao apuramento das causas, "não iniciará qualquer ensaio com este composto".

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.