sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

PSD chama 43 personalidades depois de audições de Centeno, governador e José de Matos

O PSD quer ouvir 43 pessoas e entidades na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) depois de escutados - este mês - o ministro das Finanças, o governador do Banco de Portugal (BdP) e o ainda presidente do banco.

No requerimento hoje entregue na comissão de inquérito, e apresentado aos jornalistas pelo coordenador do PSD nos trabalhos, Hugo Soares, são listadas as 43 pessoas e entidades a ouvir após as audições do ministro Mário Centeno, do governador Carlos Costa e do gestor José de Matos.

"Chamamos todos, sem exceção, os ministros das Finanças que tiveram a tutela da CGD" desde o ano 2000, vincou Hugo Soares: nesta matéria em concreto, são chamados ao parlamento Guilherme de Oliveira Martins, Manuela Ferreira Leite, Bagão Félix, Campos e Cunha, Teixeira dos Santos, Vítor Gaspar, Maria Luís Albuquerque e Mário Centeno.

São também chamados pelos sociais-democratas vários ex-presidente da CGD, administradores executivos da entidade, membros das direções centrais do banco e auditores externos, por exemplo.

Do banco central, o PSD quer ouvir, para além do governador, os vice-governadores Pedro Duarte Neves e José Berberan Ramalho bem como o antigo governador Vítor Constâncio.

"Não deixamos ninguém de fora daqueles que queremos ouvir. Não olhamos a partidos políticos, a questões politicas, fomos verdadeiramente transparentes e claros nos requerimentos que fizemos", advogou Hugo Soares, vice-presidente da bancada do PSD e coordenador "laranja" na comissão de inquérito.

O PSD apresentou também um outro requerimento pedindo acesso a documentação vária de apoio aos trabalhos e um outro texto pedindo uma auditoria externa e independente à CGD, que avalie, por exemplo, as "efetivas necessidades de capital e de injeção de fundos públicos".

A comissão de inquérito à Caixa, potestativa e pedida por deputados de PSD e CDS-PP, reúne-se na sexta-feira no parlamento.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.