sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Nova administração da Caixa entra em funções a 31 de agosto

A nova equipa de gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD), liderada por António Domingues, vai entrar em funções no último dia deste mês, avançou esta quarta-feira o ministro das Finanças, Mário Centeno.

"A nova administração da CGD entrará em funções de facto a 31 de agosto. Há um período de transição até essa data e é isso que vai ocorrer com toda a certeza nos próximos dias", afirmou o governante durante uma conferência de imprensa dedicada ao processo de recapitalização do banco estatal.

De acordo com o ministro, o novo Conselho de Administração da CGD vai contar com uma "maioria de membros não executivos com reconhecida experiência empresarial e no setor (bancário), com experiência internacional".

Os órgãos sociais passarão a contar com um Conselho Fiscal, que trabalhará de perto com a Comissão de Auditoria, vincou Centeno, acrescentando que "caberá agora ao novo Conselho de Administração implementar o plano de negócios" aprovado por Bruxelas.

Um dos objetivos do Governo com a remodelação da governação do banco público é "criar condições de competitividade na gestão dos recursos humanos".

Aos trabalhadores, Centeno deixou uma "mensagem de tranquilidade" e apontou para a eliminação das restrições salariais e do fim do congelamento da progressão de carreiras.

O ministro disse que vai caber à nova gestão definir os moldes finais da reestruturação do banco, mas garantiu que o emagrecimento do quadro de pessoal vai ser feito através de "reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo num ambiente de paz social".

Mais, segundo Centeno, para os gestores "passa a haver limites remuneratórios, ao contrário do que acontecia no passado", quando os administradores tinham os seus vencimentos adaptados aos salários que auferiam nos anos anteriores a assumirem funções na CGD.

"Os gestores passarão a ser remunerados pelas suas funções atuais e não pelo que recebiam no passado", destacou.

Questionado sobre a polémica em torno das imposições do Banco Central Europeu (BCE) relativamente aos membros não executivos da administração, Centeno desdramatizou.

"O que o Governo disse desde o princípio e mantém é que o modelo de governação que se adapte aos desafios requer um número superior de membros não executivos no Conselho de Administração do que executivos", sublinhou.

"Temos quatro comissões que têm que funcionar de forma adequada. É preciso garantir o nível de independência dessas comissões e o controlo sobre a atividade da administração", disse, revelando que nas negociações que o executivo tem tido com os supervisores, tudo aponta para que o número total de elementos da administração seja de 17 pessoas.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.