sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Matos Correia demite-se da presidência da Comissão de Inquérito à Caixa

TIAGO PETINGA

José Matos Correia demitiu-se da presidência da Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos. O vice-presidente do grupo parlamentar do PSD acaba de comunicar formalmente a decisão ao presidente da Assembleia da Repúlica.

José Matos Correia sai em protesto contra o que diz ser o desrespeito dos direitos da minoria que propôs a criação da comissão de inquérito à Caixa.

A demissão surge depois da maioria de esquerda ter recusado os requerimentos do PSD e CDS a solicitarem o acesso à troca de sms entre o ministro das finanças e António Domingues. PS, BE e PCP garantem que o pedido é inconstitucional.

É a primeira vez que um presidente de uma comissão parlamentar de inquérito se demite da função.

PSD e CDS tinham anunciado que pretendiam levar este caso até às últimas consequências. No final da reunião de ontem da Comissão Parlamentar de Inquérito à Caixa, Matos Correia anunciou que iria refletir durante a noite sobre a sua continuidade na função.

  • Esquerda chumba acesso à correspondência entre Centeno e Domingues
    2:15

    Caso CGD

    O presidente da Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos ameaçou deixar o cargo, após a reunião desta quarta-feira. Matos Correia prometeu uma reflexão sobre se tem condições ou não para continuar no cargo após a polémica dos últimos dias. Na reunião, os partidos da esquerda chumbaram o acesso dos deputados à correspondencência trocada entre Mário Centeno e António Domingues.

  • Polémica sobre a CGD "é uma questão encerrada"
    0:41

    Caso CGD

    Para Marcelo Rebelo de Sousa, a polémica sobre a Caixa Geral de Depósitos é uma questão encerrada. O Presidente da República reafirmou esta quarta-feira ao final da tarde o que já tinha dito durante a manhã, mas aos jornalistas não comenta o acesso que teve às mensagens entre Mário Centeno e António Domingues.

  • "É o único assunto a que PSD e CDS se podem agarrar para fragilizar o Governo"
    5:03

    Caso CGD

    A Direita acusa Mário Centeno de ter perdido toda a credibilidade e autoridade. O ministro esteve esta quarta-feira no Parlamento, numa audição para falar de Orçamento e finanças, mas a polémica da Caixa acabou por marcar a sessão. O tema esteve em análise no Jornal da Noite. Bernardo Ferrão considera que a posição do ministro já está fragilizada mas defende que este é o único assunto a que PSD e CDS-PP se podem agarrar para fragilizar o Governo.

  • "Acesso do Parlamento a SMS pode ser limite difícil de ultrapassar"
    6:16

    Caso CGD

    A Direita acusa Mário Centeno de ter perdido toda a credibilidade e autoridade. O ministro esteve esta quarta-feira no Parlamento, numa audição para falar de Orçamento e finanças, mas a polémica da Caixa acabou por marcar a sessão. O tema esteve em análise na Edição da Noite, por David Dinis, diretor do jornal Público.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.