sicnot

Perfil

Caso CGD

Caso CGD

Caso CGD

Matos Correia demite-se da presidência da Comissão de Inquérito à Caixa

TIAGO PETINGA

José Matos Correia demitiu-se da presidência da Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos. O vice-presidente do grupo parlamentar do PSD acaba de comunicar formalmente a decisão ao presidente da Assembleia da Repúlica.

José Matos Correia sai em protesto contra o que diz ser o desrespeito dos direitos da minoria que propôs a criação da comissão de inquérito à Caixa.

A demissão surge depois da maioria de esquerda ter recusado os requerimentos do PSD e CDS a solicitarem o acesso à troca de sms entre o ministro das finanças e António Domingues. PS, BE e PCP garantem que o pedido é inconstitucional.

É a primeira vez que um presidente de uma comissão parlamentar de inquérito se demite da função.

PSD e CDS tinham anunciado que pretendiam levar este caso até às últimas consequências. No final da reunião de ontem da Comissão Parlamentar de Inquérito à Caixa, Matos Correia anunciou que iria refletir durante a noite sobre a sua continuidade na função.

  • Esquerda chumba acesso à correspondência entre Centeno e Domingues
    2:15

    Caso CGD

    O presidente da Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos ameaçou deixar o cargo, após a reunião desta quarta-feira. Matos Correia prometeu uma reflexão sobre se tem condições ou não para continuar no cargo após a polémica dos últimos dias. Na reunião, os partidos da esquerda chumbaram o acesso dos deputados à correspondencência trocada entre Mário Centeno e António Domingues.

  • Polémica sobre a CGD "é uma questão encerrada"
    0:41

    Caso CGD

    Para Marcelo Rebelo de Sousa, a polémica sobre a Caixa Geral de Depósitos é uma questão encerrada. O Presidente da República reafirmou esta quarta-feira ao final da tarde o que já tinha dito durante a manhã, mas aos jornalistas não comenta o acesso que teve às mensagens entre Mário Centeno e António Domingues.

  • "É o único assunto a que PSD e CDS se podem agarrar para fragilizar o Governo"
    5:03

    Caso CGD

    A Direita acusa Mário Centeno de ter perdido toda a credibilidade e autoridade. O ministro esteve esta quarta-feira no Parlamento, numa audição para falar de Orçamento e finanças, mas a polémica da Caixa acabou por marcar a sessão. O tema esteve em análise no Jornal da Noite. Bernardo Ferrão considera que a posição do ministro já está fragilizada mas defende que este é o único assunto a que PSD e CDS-PP se podem agarrar para fragilizar o Governo.

  • "Acesso do Parlamento a SMS pode ser limite difícil de ultrapassar"
    6:16

    Caso CGD

    A Direita acusa Mário Centeno de ter perdido toda a credibilidade e autoridade. O ministro esteve esta quarta-feira no Parlamento, numa audição para falar de Orçamento e finanças, mas a polémica da Caixa acabou por marcar a sessão. O tema esteve em análise na Edição da Noite, por David Dinis, diretor do jornal Público.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.