sicnot

Perfil

Ciberataque mundial

Ciberataque mundial

Ciberataque mundial

Hospitais britânicos alvos de ataque informático

(Arquivo)

© Kacper Pempel / Reuters

Vários organismos do serviço público de saúde britânico (NHS), entre os quais hospitais, foram esta sexta-feira alvo de ataques informáticos, que os obrigaram a cancelar atos médicos, anunciou este organismo.

"Um certo número de organismos informou ter sido afetado por ataques informáticos", adiantou o NHS num comunicado, sublinhando que "o inquérito está no início", mas que deverá tratar-se do vírus Wanna Decryptor.

Este vírus encripta os dados de um computador, para exigir ao seu proprietário um pagamento em troca de um código para resolver o problema.

O NHS informou não ter ainda elementos que lhe permitam pensar que existiu acesso a dados dos doentes, adiantando que o ataque não foi "dirigido especificamente contra" o serviço público de saúde e "afeta outros setores".

Os hospitais pediram aos utentes que apenas se desloquem às unidades de saúde em caso de urgência.A multinacional de serviços tecnológicos Claranet alertou hoje para um ataque informático "de grandes dimensões" em curso à escala internacional.

"Alertamos para o facto de estar em curso um ciber-ataque de grandes dimensões, dirigido principalmente a empresas de comunicações, mas também com outros alvos em vista", refere a informação enviada pela Claranet aos clientes, a que a Lusa teve acesso.

Em Portugal, a Portugal Telecom alertou os clientes de que há um vírus perigoso a circular na Internet e pediu para que tenham cautela na navegação na rede e na abertura de anexos recebidos por correio eletrónico e a EDP decidiu cortar os acessos à Internet da sua rede para prevenir o ataque informático.

A multinacional espanhola de telecomunicações Telefónica foi obrigada a desligar os computadores da sua sede em Madrid, depois de detetar um vírus informático que bloqueou alguns equipamentos.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado emitido hoje, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Erdogan apela ao reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28