sicnot

Perfil

Cimeira do Clima

Cimeira do Clima arranca com minuto de silêncio pelas vítimas de Paris

Cimeira do Clima arranca com minuto de silêncio pelas vítimas de Paris

A conferência das Nações Unidas sobre o clima começa oficialmente esta segunda-feira com a presença de 150 Chefes de Estado e de Governo. A norte de Paris, onde durante quase duas semanas vão decorrer os trabalhos, prestou-se hoje homenagem às vítimas dos atentados.

  • Imprensa francesa revela que manifestantes pertencem a organizações anarquistas
    2:00

    Cimeira do Clima

    Este domingo fica marcado pelo regresso da violência às ruas de Paris. Na véspera do início da cimeira climática, confrontos entre manifestantes e polícia transformaram a Praça da República, onde está o memorial às vítimas dos atentados, num campo de batalha. Duas centenas de manifestantes foram detidos.A imprensa francesa revelou que os manifestantes pertencem a organizações anarquistas.

  • Cerca de 100 detidos para identificação após distúrbios em Paris
    1:52

    Cimeira do Clima

    Os confrontos no centro de Paris entre a polícia e os manifestantes, marcam este domingo. As autoridades usaram gás lacrimogénio depois de terem sido arremessados vários objectos contra a polícia que carregou sobre os manifestantes. Foram feitas dezenas de detenções. Apesar de estarem proibidas manifestações na capital francesa, centenas de pessoas saíram às ruas em protesto contra as alterações climáticas.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.