sicnot

Perfil

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Caso das Viagens

Autarca de Sines de "consciência tranquila" com viagem a convite da Galp

O presidente da Câmara Municipal de Sines justificou esta quarta-feira a viagem a França a convite da Galp pelas "boas relações institucionais existentes com o responsável" da refinaria da empresa instalada no concelho, assegurando estar de "consciência tranquila".

"Este convite foi aceite a título particular, mas também enquanto representante deste município, na sequência das boas relações institucionais existentes com o responsável daquela unidade, que gera significativa riqueza e postos de trabalho no concelho", justifica o autarca, Nuno Mascarenhas, numa nota enviada à agência Lusa.

No mesmo documento, Nuno Mascarenhas assegura que mantém "o empenho, a independência e a imparcialidade com que sempre tem defendido os interesses da população de Sines" e que está "de consciência tranquila".

O autarca defende-se ainda argumentando que "a polémica gerada sobre esta questão surge no seio do combate político nacional, a que o município de Sines e os seus representantes são alheios".

Também a Câmara de Santiago do Cacém justificou, na quarta-feira, a viagem do presidente do município a Lyon, em França, para o jogo da seleção nacional contra a Hungria no campeonato europeu de futebol, a convite da Galp, com as "relações institucionais" que a autarquia mantém com a empresa.

Com muitos dos trabalhadores da refinaria da Galp, instalada no complexo industrial de Sines a residir no concelho de Santiago do Cacém, a autarquia assina anualmente protocolos com a empresa, que visam "apoios anuais a grupos desportivos e culturais".

"Não existe, contudo, nenhuma dependência de ordem financeira, económica, ou qualquer outra, que ponha em causa a isenção da Câmara Municipal de Santiago do Cacém em relação à empresa Galp Energia", pode ler-se no comunicado enviado pelo município à agência Lusa.

Além dos dois autarcas, a convite da Galp viajaram para França, para assistir a um jogo da seleção nacional no campeonato europeu de futebol, os secretários de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, da Indústria, João Vasconcelos, e da Internacionalização, Jorge Costa Oliveira, uma situação que tem gerado polémica desde que veio a público, mas que o Governo considerou encerrada com o reembolso dos valores das viagens por parte dos membros do executivo.

Lusa

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas.

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Oposição alarga protesto e anuncia "tomada da Venezuela"

    Mundo

    A oposição venezuelana recusou esta quinta-feira a proibição de manifestações decretada pelo Governo e avisou que, em resposta, ampliará o protesto previsto para sexta-feira, passando de uma "tomada de Caracas" para uma "tomada da Venezuela".

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • À descoberta de Dago, o destroço mais visitado em mergulho de profundidade
    13:51
  • Uma viagem aérea pela aldeia histórica de Monsanto
    0:50
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35

    Mundo

    O Mar Mediterrâneo está sob a ameaça de se tornar uma lixeira com três mil toneladas de plástico a flutuarem entre a Europa e África. Há milhões de turistas a nadarem nestas águas e há espécies marinhas que já estão em perigo. No Chipre, os cientistas estão a tentar proteger tartarugas, cuja alimentação já é quase totalmente de plástico.

  • Deputado da Malásia diz que negar sexo ao marido é uma forma de abuso

    Mundo

    Um deputado malaio tem sido alvo de algumas críticas na internet, depois de ter dito que negar sexo a maridos é uma forma de abuso psicológico e emocional por parte das mulheres. As declarações de Che Mohamad Zulkifly Jusoh foram feitas durante um debate sobre as alterações às leis de violência doméstica, na quarta-feira.

    SIC