sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Cerca de 20 migrantes desaparecidos em naufrágio ao largo da Grécia

A guarda costeira grega afirmou esta terça-feira procurar entre 17 e 21 migrantes desaparecidos no mar, depois da sua embarcação ter naufragado ao largo da ilha Agathonissi, no mar Egeu, perto das costas turcas.

Situada no sudeste da Europa, a Grécia é uma das principais portas de entrada de migrantes na UE. (Arquivo)

Situada no sudeste da Europa, a Grécia é uma das principais portas de entrada de migrantes na UE. (Arquivo)

© Handout . / Reuters

"Avisada cerca das 12:30 horas locais (10:30 horas em Lisboa), a polícia portuária grega salvou seis pessoas e as autoridades turcas dez", indicou um responsável da polícia portuária. 

Um helicóptero, dois navios de patrulha e uma embarcação da marinha de guerra grega continuavam as buscas esta tarde para encontrar "entre 17 e 21 migrantes". Inicialmente, encontravam-se a bordo "entre 33 e 37, de acordo com as pessoas resgatadas", indicou a mesma fonte. 

Situada no sudeste da Europa, a Grécia é uma das principais portas de entrada de migrantes na UE. 

De acordo com os últimos dados da ONU, um número recorde de 137 mil migrantes atravessou o Mediterrâneo, em condições perigosas, durante o primeiro semestre deste ano, principalmente para fugir de conflitos nas regiões de origem. 

Em relação ao primeiro semestre do ano passado, este número representa um aumento de 83 por cento. 

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.