sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

França e Reino Unido vão assinar acordo de cooperação sobre migração em Calais

O Governo francês anunciou esta terça-feira que Paris e Londres vão assinar na próxima quinta-feira um acordo de cooperação que vai incidir na gestão da crise migratória na localidade francesa de Calais (norte).

O acordo franco-britânico prevê medidas que "reforçam o dispositivo humanitário desenvolvido no local com associações e as autoridades locais, em particular para a proteção das pessoas mais vulneráveis".

O acordo franco-britânico prevê medidas que "reforçam o dispositivo humanitário desenvolvido no local com associações e as autoridades locais, em particular para a proteção das pessoas mais vulneráveis".

© Juan Medina / Reuters

O acordo vai ser assinado em Calais pelo ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, e a sua homóloga britânica, Theresa May.

Segundo um comunicado do Ministério do Interior francês, este acordo de cooperação pretende "reforçar, por um lado, o compromisso comum de segurança da zona [de Calais], a luta conjunta e resoluta contra as redes criminosas de 'passadores', de traficantes de seres humanos e de imigração clandestina".

O acordo franco-britânico também prevê medidas que "reforçam o dispositivo humanitário desenvolvido no local com associações e as autoridades locais, em particular para a proteção das pessoas mais vulneráveis".

No mesmo dia da assinatura, Bernard Cazeneuve e Theresa May vão reunir-se com associações humanitárias presentes em Calais e com as autoridades locais.

Milhares de migrantes chegam a Calais, ponto de partida dos ferries para Inglaterra e do túnel sob o canal da Mancha (Eurotúnel), para tentar entrar no Reino Unido, cujas fronteiras estão encerradas.

Algumas destas incursões acabam por ser mortais para os migrantes.

No início de agosto, o Reino Unido comprometeu-se a reforçar com 10 milhões de euros um fundo criado em setembro de 2014 para a segurança do porto de Calais. Inicialmente, as autoridades britânicas canalizaram para este fundo 15 milhões de euros, distribuídos por um período de três anos.

Na quinta-feira, os ministros vão igualmente visitar as instalações do Eurotúnel, onde o dispositivo de segurança foi reforçado ao longo das últimas semanas para tentar dissuadir as incursões dos migrantes.

Segundo a empresa que gere o Eurotúnel, o número de tentativas de travessia diminuiu significativamente nas últimas noites, registando uma média entre 100 a 200, muito aquém dos 1.700 migrantes que foram intercetados no passado dia 03 de agosto.

Após a passagem por Calais, Bernard Cazeneuve segue depois para Berlim, onde terá uma reunião com o seu homólogo alemão Thomas de Maizière para discutir as políticas migratórias na Europa, acrescentou a mesma nota informativa do ministério francês.

Lusa

  • Explosão no aeroporto de Damasco

    Mundo

    Uma explosão de grandes dimensões atingiu, esta manhã, o aeroporto de Damasco, na capital Síria. O ataque terá sido realizado pelas forças israelitas.

    Em atualização

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.