sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Manifestações no sábado em toda a Europa a favor do acolhimento de refugiados

As concentrações em defesa do acolhimento de refugiados poderão juntar no sábado dezenas de milhares de pessoas em Londres, Berlim, Madrid e outras cidades europeias, enquanto estão também previstas algumas manifestações de sentido contrário, segundo os organizadores.

Refugiados aguardam a chegada do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres, que visitou Zataari, no principio deste ano.

Refugiados aguardam a chegada do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres, que visitou Zataari, no principio deste ano.

© Muhammad Hamed / Reuters

"É tempo de denunciar as fronteiras assassinas que foram erguidas em nosso nome", referem os organizadores numa página do Facebook dedicada ao "Dia europeu de ação para os refugiados", apoiado por diversas associações e ONG, antes de um conselho extraordinário de ministros do Interior da União Europeia (UE) sobre a crise migratória.

No sábado, "ao juntar milhares de pessoas em toda a Europa, pretendemos mostrar a nossa solidariedade face aos que fogem da guerra, da violência e da pobreza. Queremos que todos os refugiados saiam que são bem-vindos", acrescentam.

Em Londres, perto de 90.000 pessoas estavam inscritas na tarde de hoje para participar numa marcha que partirá no final da manhã de Park Lane até perto de Downing Street, a residência do primeiro-ministro conservador David Cameron.

Esta jornada poderá ainda juntar mais de 4.000 pessoas em Portugal, onde estão previstas manifestações em Lisboa, Porto, Coimbra, Felgueiras e Faro a partir das 15:00, segundo a página do acontecimento no Facebook.

Estão ainda previstas concentrações na Áustria, Grécia, Polónia, República Checa e Eslováquia, com nos últimos três países a serem também convocados protestos da extrema-direita contra o acolhimento dos refugiados.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.