sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Alemanha traduz a Constituição para árabe

Os primeiros 20 artigos da Constituição alemã, que dizem respeito aos direitos mais básicos, como a liberdade de expressão, foram traduzidos em árabe. O objetivo é ajudar a integração dos refugiados.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Foram impressas 10 mil cópias que serão distribuídas nos centros de registo de refugiados na Alemanha.

"As pessoas não devem saber apenas a língua, devem também aprender as regras do jogo de vivermos todos juntos" disse o vice-chanceler alemão Sigmar Gabriel ao jornal "Bild".

O vice-chanceler garante que os refugiados são bem-vindos, mas têm de fazer um esforço.

Para já, estão traduzidos, em árabe, os 20 primeiros artigos da Constituição

A ideia é ensinar as regras alemãs aos milhares de refugiados que chegam ao país todos os dias.

De acordo com uma estimativa da agência Reuters prevê-se que, entre migrantes e refugiados cheguem à Alemanha cerca de 800 mil pessoas vindas do Médio Oriente e África.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.