sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE registou 800 mil "entradas ilegais" em 2015

Este ano registaram-se 800 mil "entradas ilegais" de migrantes na União Europeia, disse o diretor executivo da Frontex, a agência de controlo de fronteiras europeia, numa entrevista ao jornal alemão Bild, hoje publicada.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Scanpix Sweden / Reuters

Alertando que o fluxo de migrantes provavelmente ainda não "atingiu o seu pico", Fabrice Leggeri apelou aos países europeus que travem os migrantes a quem foi negado asilo, para que possam "rapidamente" ser enviados de volta aos seus países de origem.

"Os Estados-membros da União Europeia têm de se preparar para o facto de ainda termos de enfrentar uma situação muito difícil nos próximos meses", acrescentou Leggeri.

No mês passado, a Frontex avançou que 710.000 migrantes tinham entrado na União Europeia nos primeiros nove meses do ano, mas alertou para o facto de muitas pessoas terem sido contabilizadas duas vezes.

A 13 de outubro, a agência disse que "a passagem irregular das fronteiras pode ser tentada pela mesma pessoa várias vezes".

"Isto significa que um grande número de pessoas que foram contadas quando chegaram à Grécia foram novamente contabilizadas quando entraram na União Europeia pela segunda vez, através da Hungria ou da Croácia", explicou a agência.

De acordo com os dados mais recentes da agência para os refugiados da ONU, mais de 744.000 cruzaram o Mediterrâneo este ano, a maioria em direção à Grécia.

Hoje, o primeiro grupo de 30 migrantes partiu de Atenas para Luxemburgo, ao abrigo do plano europeu para redistribuir as pessoas pelos 28 Estados membros, de modo a aliviar a pressão em países como a Grécia e a Itália.

Lusa

  • PS e BE não propõem alívio da dívida à UE
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo MP
    1:54

    Operação Marquês

    Quatro antigos ministros de Governos de José Sócrates foram ouvidos recentemente pelo Ministério Público (MP), no âmbito da Operação Marquês. Mário Lino, António Mendonça, Teixeira dos Santos e Luís Campos e Cunha foram ouvidos como testemunhas. Os investigadores chamaram os antigos governantes para esclarecer decisões relacionadas com a PT.

    Notícia SIC

  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • Confrontos na primeira greve geral no Brasil em 21 anos
    1:34
  • "Está na altura de pressionarmos a Coreia do Norte"
    0:45

    Mundo

    O secretário de estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou esta sexta-feira na ONU que a ameaça da Coreia do Norte é real e pediu que o conselho de segurança da ONU tome medidas antes que seja o regime de pyongyang a fazê-lo.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.