sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

M.I.A. viaja com refugiados no vídeo da música "Borders"

A rapper M.I.A. estreou hoje o vídeo correspondente à música "Borders" ("Fronteiras"). A tradução do título para português é importante para nos contextualizarmos: nas imagens, a artista surge a acompanhar refugiados numa viagem perigosa para a Europa. Daquelas que, nos últimos tempos, nos habituámos a ver na televisão e nos jornais.

A maior parte dos artistas seria incapaz de abordar um assunto tão grave como a crise dos refugiados numa música. Não é o caso de M.I.A., cujo álbum novo se baseia em politizar a pop, uma vez mais. "O Mundo de que falei há cerca de 10 anos, ainda é o mesmo", postou a cantora, recentemente no Twitter. "É por isso que é difícil para mim dizê-lo, de novo, num novo trabalho."

Mathangi Maya Arulpragasam é M.I.A. (que significa "Missing In Action"). Tem origem tâmil e nasceu no Sri Lanka a 18 de julho de 1975. É ativista, o que influencia, naturalmente, a maneira como se move na música. E "Borders", cujo vídeo estreou hoje, é apenas mais uma que prova de que a rapper continua a ser única na capacidade de implementar ideias sobre a cultura pop e os temas globais importantes. O vídeo foi dirigido pela própria e faz uma afirmação sobre a crise de migração contínua, castiga a resposta dos políticos europeus e lamenta a construção de barreiras para impedir a entrada de imigrantes em vários países.

Numas imagens podemos ver as perigosas viagens dos migrantes, com barcos carregados de refugiados; noutras, cercas com arame farpado. No que diz respeito à música, "Borders" funde os estilos orientais e ocidentais e a letra questiona o tecido da sociedade moderna - política, identidades, privilégio, internet e smartphones, tal como noticia o The Guardian.

O quinto disco de M.I.A. vai ser lançado pela Interscope Records.

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31
  • 245 saltam de ponte de 30m no Brasil para Recorde do Guiness
    1:56
  • Antigos presidentes dos EUA angariam 26 milhões para vítimas dos furacões
    0:58

    Mundo

    Os cinco antigos presidentes dos Estados Unidos da América ainda vivos juntaram-se para ajudar as vítimas dos furacões. Bill Clinton e Barack Obama lembraram as vítimas dos furacões e elogiaram o espírito solidário dos norte-americanos. Os antigos presidentes norte-americanos lançaram o apelo no início do mês passado e já conseguiram angariar cerca de 26 milhões de euros.