sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Alemanha já registou quase um milhão de pedidos de asilo este ano

A Alemanha registou, em novembro, 206.101 requerentes de asilo, um novo recorde para o país que recebeu desde o início do ano 964.574 migrantes, anunciou hoje o ministério do Interior alemão.

Refugiados aguardam numa tenda em Berlim por autorizações.

Refugiados aguardam numa tenda em Berlim por autorizações.

© Fabrizio Bensch / Reuters

Em outubro, a Alemanha recebeu 181.166 migrantes, quando o número oficial total para o corrente ano era de 800 mil migrantes. Atualmente, as autoridades alemãs prevêem ultrapassar o milhão de requerentes de asilo até ao fim do ano.

Estes dados do ministério são obtidos através do sistema EASY alemão que conta os migrantes que deverão chegar ao país e pedir asilo, mas que ainda não o fizeram.

Os dados não precisam a nacionalidade dos migrantes. Em estatísticas anteriores, os sírios e os afegãos formavam o maior contingente, 88.640 e 31.000, respetivamente, em outubro.

Em comunicado, o ministério referiu que os procedimentos administrativos estão a demorar, em média, 2,9 meses para os nacionais do Kosovo e 14,9 meses para os paquistaneses.

Em média, os pedidos apresentados pelos sírios são tratados em 3,4 meses.

"A redução significativa da duração dos procedimentos" resulta da "prioridade dada" pelo Gabinete central dos refugiados (BAMF, sigla em alemão) aos pedidos de países considerados seguros, como os dos Balcãs - cujos naturais não têm qualquer possibilidade de obter autorização para ficar na Alemanha - e os países considerados como perigosos, como a Síria, explicou o ministério no comunicado.

Na passada semana, a ONU anunciou que o número de migrantes chegados à Europa pelo mar Mediterrâneo tinha descido mais de um terço em novembro, relativamente ao mês anterior, devido às condições climáticas e à luta contra os traficantes na Turquia.

De acordo com o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), cerca de 140 mil migrantes e refugiados atravessaram o Mediterrâneo com destino à Europa em novembro, ou seja, menos 36,5% do que no mês de outubro (220.535).

A Alemanha, primeiro país de acolhimento na Europa, não deixou de sublinhar, pela voz da chanceler Angela Merkel, que os países da UE, muito reticentes no acolhimento de mais migrantes, têm o dever moral de receber refugiados da guerra ou da repressão.

Mas o governo agravou as medidas relativamente aos procedimentos nos casos de novos migrantes, para tentar reduzir as chegadas. A política de "porta aberta" de Merkel é cada vez mais criticada, sobretudo, no próprio partido.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC