sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Afegãos "presos" na fronteira regressam a Atenas

galeria de fotos

A Grécia começou hoje a enviar de volta para Atenas centenas de afegãos "presos" na fronteira com a Macedónia após a recusa das autoridades de Skopje em permitir-lhes a passagem para o norte da Europa, avançou a polícia local.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Yannis Behrakis / Reuters

© Yannis Behrakis / Reuters

© Yannis Behrakis / Reuters

© Alkis Konstantinidis / Reuter

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Famílias afegãs embarcaram em meia dúzia de autocarros para uma longa viagem de volta à capital grega, onde vão ficar temporariamente alojados em campos de recolocação, afirmou a polícia, citada pela agência de notícias francesa France Presse.

Na segunda-feira, cerca de 600 afegãos protestaram na linha férrea entre a Grécia e a Macedónia, três deles escalaram a fronteira e foram detidos pela polícia da Macedónia.

Cerca de 8.000 migrantes ficaram bloqueados na terça-feira na fronteira entre Grécia e Macedónia e no principal porto grego, o que levou Atenas a anunciar diligências diplomáticas junto de Skopje, que na sexta-feira encerrou a fronteira a refugiados afegãos.

Segundo a polícia, cerca de 5.000 refugiados e migrantes estão bloqueados no posto de Idomeni, na fronteira com a Macedónia, e outros 3.000 no porto de Pireu.

O bloqueio do fluxo migratório para os países da Europa central e do norte, que até agora permitia a passagem de sírios, iraquianos e afegãos, ocorre depois de a Áustria ter decidido limitar a 80 o número de pedidos de asilo aceites por dia e a 3.200 as pessoas autorizadas a passar a fronteira.

Lusa

  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15