sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Centenas de refugiados travados pelo exército macedónio

Centenas de migrantes provenientes do campo de Idomeni, no norte da Grécia, foram hoje travados pelo exército macedónio após terem entrado no país por uma rota alternativa.

Os cerca de 1.000 refugiados conseguiram contornar uma vedação colocada na fronteira entre a Macedónia e a Grécia depois de terem abandonado o acampamento de Idomeni, onde se concentram pelo menos 12.000 pessoas em condições muito precárias.

A Antiga república jugoslava da Macedónia (FYROM, designação oficial) e outros países da região decidiram bloquear o percurso em direção a norte ao longo da designada "rota dos Balcãs", e desde a passada segunda-feira que as autoridades de Skopje proíbem a passagem dos migrantes através de Idomeni.

Em simultâneo, cerca de 20 jornalistas que os acompanharam nesta marcha iniciada a meio do dia foram conduzidos pela polícia macedónia para uma esquadra em Gevgelixa, referiu um repórter da AFP que se encontra entre os detidos.

Após percorrerem uma zona rural e atravessado um rio com a ajuda de uma corda colocada entre as duas margens, os migrantes conseguiram alcançar e atravessar uma zona fronteiriça protegida com vedação de arame farpado erguida do lado macedónio, e dirigiram-se para uma zona perto da cidade de Moin.

O grupo, que incluía muitas crianças, foi entretanto cercado por forças militares, que travaram a sua marcha com o objetivo de fazê-los regressar à Grécia, enquanto os jornalistas e ativistas presentes eram interpelados pelas forças de segurança.

Alguns dos migrantes foram colocados em camiões miliares por solados, mas não foi confirmado qual o seu destino.

Esta foi a primeira vez que se registou um movimento desta amplitude desde o encerramento do posto fronteiriço de Idomeni. Em 29 de fevereiro, cerca de 300 manifestantes que tentavam forçar a passagem foram dispersos com gás lacrimogéneo lançado pelos agentes macedónios.

Atualmente encontram-se cerca de 12.000 migrantes concentrados em Idomeni e em condições definidas como extremamente precárias.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.