sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Portugal envia ajuda humanitária para a Sérvia

A Autoridade Nacional de Proteção Civil vai enviar para a Sérvia, na quinta-feira, um conjunto de materiais destinados a apoiar os refugiados que se encontram em vários campos naquele país dos Balcãs.

© Marko Djurica / Reuters

Num comunicado hoje divulgado, a Proteção Civil refere que Portugal vai enviar para a Sérvia 20 tendas com capacidade para 150 pessoas e 300 cobertores.

A ajuda humanitária, que decorre de uma ação conjunta dos ministérios dos Negócios Estrangeiros e da Administração Interna, vai seguir por via rodoviária, prevendo-se que chegue à Sérvia dentro de 10 dias, adianta a ANPC.

Segundo a Proteção Civil, este apoio decorre do pedido de assistência feito aos Estados-Membros pelo Centro Euro-Atlântico para a Coordenação da Resposta a Catástrofes.

Este órgão da NATO é responsável pela cooperação internacional em situações que requerem recursos de proteção civil e auxílio humanitário aos países afetados.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidos para os Refugiados, na Sérvia havia mais de 10.000 refugiados no final de 2015 e faltam bens essenciais, como comida ou cobertores.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.