sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Europeus receiam mais o fluxo migratório que o terrorismo

A Europa tem mais medo do fluxo de migrantes do que do terrorismo, segundo o relatório de um grupo de monitorização dos direitos europeus, disse hoje o comissário Europeu dos Direitos Humanos, Nils Muiznieks, ao Conselho da Europa.

© Handout . / Reuters

O ano de 2015 "foi de medo e insegurança" para o continente, afirmou o responsável perante o Conselho da Europa, acrescentando que apesar dos atentados terroristas do ano passado, "mais generalizado do que o medo do terrorismo era o medo crescente ocasionado pelo contínuo fluxo de migrantes".

Nils Muiznieks exemplificou com o impacto na perceção pública de dois atentados terroristas em Paris - o assalto de janeiro ao jornal satírico Charlie Hebdo e o ataque coordenado em novembro, que matou 130 pessoas, para sublinhar que este é um "medo multifacetado" que afetou vários países.

"Para alguns, o fluxo sinalizou a impotência dos governos individualmente e da Europa como um todo para controlar as fronteiras, enquanto para outros, as chegadas contínuas e as esperas aumentam as dúvidas sobre a capacidade da Europa para gerir a diversidade e aumentar preconceitos contra os muçulmanos, que já estão generalizados", acrescentou.

O relatório apresentado hoje no Conselho da Europa também faz soar as campainhas de alarme sobre a insegurança na Ucrânia, que já levou o Governo de Kiev a procurar exceções ao cumprimento de obrigações sobre os direitos humanos, e sobre a liberdade de imprensa na Europa de Leste, incluindo a Polónia e os países da região dos Balcãs.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.