sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Maioria dos búlgaros apoia patrulhas nacionalistas de detenção de migrantes

Mais de metade dos búlgaros apoiam as patrulhas de nacionalistas - batizadas pelos meios de comunicação social como "Caça imigrantes" - que detêm migrantes ilegais que entram na Bulgária a partir da Turquia, segundo uma sondagem divulgada hoje.

© Marko Djurica / Reuters

A sondagem da Alpha Research, encomendada pela cadeia de televisão privada, Nova TV, aparece numa altura em que as ações destes grupos estão a provocar um debate no país, depois da detenção pela polícia búlgara e acusação pelo Ministério Público búlgaro de um nacionalista por levar a cabo esta prática.

Ascende a 29,4 por cento o número de inquiridos que apoiam as "prisões civis" praticadas por estes grupos, com o argumento de que protegem a pátria, enquanto outros 25,4% mostram-se tendencialmente a favor.

Quase todos os participantes na sondagem, nove em cada dez, temem que uma onda migratória se traduza nos crescimentos dos atos criminosos e numa ameaça de atentados, enquanto cerca de 75% acredita que os imigrantes constituem um risco para a saúde pública.

O Ministério Público da cidade de Burgas, sudeste do país, acusou na semana passada por detenção ilegal e furto um dos convertidos "caça-imigrantes", que enfrenta uma pena de prisão até seis anos, se vier a ser condenado.

O acusado, Petar Nizamov, de 31 anos, está na origem de uma polémica no país por ter difundido no início de abril um vídeo em que aparece vestido com fardas militares com outros nacionalistas, numa ação em que o grupo detém e ameaça três afegãos que acabam de atravessar ilegalmente a fronteira entre a Bulgária e a Turquia.

Antes deste incidente, outro nacionalista, Dinko Valev, deteve um grupo de refugiados sírios e converteu-se numa celebridade nacional, o que impulsionou outros a imitarem a ação.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.