sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

UE aceitou mais de 333 mil refugiados em 2015, na maioria sírios

A União Europeia (UE) concedeu em 2015 proteção especial a 333.350 pessoas, mais 72 por cento do que em 2014, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

© Ina Fassbender / Reuters

Os principais beneficiários, na média dos 28 Estados-membros, são originários da Síria (166.100 pessoas, 50% do total de concessões de asilo), seguindo-se cidadãos da Eritreia (27 600, representando 8% do total) e do Iraque (23.700, 7% do total).

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, o número de atribuições de asilo a sírios duplicou face a 2014 e estes são ainda os principais beneficiários de proteção em mais de metade dos Estados-membros, sendo que a Alemanha acolheu mais de 60% no ano passado.

A Alemanha foi o país que maior número de refugiados acolheu (148. 215), seguindo-se a Suécia (34.470) e a Itália (29.630).

Portugal concedeu proteção a 195 pessoa, estando em 21.º lugar no número de atribuições de asilo.

Desde 2008, cerca de 1,1 milhões de requerentes de asilo viram o seu estatuto ser reconhecido na UE.

Lusa

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.