sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

António Costa desafia América Latina a acolher refugiados da Síria

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, desafiou hoje os países da América Latina a usarem a experiência das migrações para contribuírem para "o esforço global de reinstalação" dos refugiados da Síria e da região.

ETIENNE LAURENT

"Quero apelar aos parceiros da América Latina para que possam também contribuir para o esforço global de reinstalação desses refugiados que fogem à violência na Síria e na região", disse o primeiro-ministro no discurso de hoje na reunião da Assembleia Parlamentar Euro-Latino-americana (EuroLat).

"A América Latina tem uma grande experiência em matéria de imigrações e uma notável capacidade de integração de tantos e tantos povos, muitos deles provenientes da Europa, que aí escolheram instalar-se e construir o seu futuro", argumentou o primeiro-ministro, sublinhando que "essa tradição de acolhimento e integração podem ajudar hoje e serem muito úteis".

Antes, já António Costa tinha considerado que "o tema das migrações coloca hoje um desafio enorme a todos nós", particularmente na Europa.

A posição portuguesa, vincou, passa por apoiar "no seio da União Europeia uma solução global e europeia para esta crise um mecanismo de partilha entre todos os Estados membros de todos os refugiados e requerentes de asilo, disponibilizando-se para acolher um número maior do que o inicialmente proposto".

António Costa lembrou que "o valor fundamental sobre o qual se construiu a Europa - a dignidade da pessoa humana - impõe o dever iniludível de assegurar proteção internacional a todos aqueles que dela carecem".

"Mas significa também que ao nível da Europa a palavra 'solidariedade' tem também aqui que ser invocada; todos devemos partilhar o esforço de acolher, integrar e dar novas oportunidades de realização de vida aos que aqui procuram refúgio", concluiu o chefe de Governo.

A Assembleia Parlamentar Euro-Latino-americana (EuroLat) é uma instituição parlamentar de associação estratégica entre a União Europeia e os países latino-americanos.

Foi estabelecida em junho de 1999, no termo da Cimeira UE-ALC (União Europeia e a América Latina e Caribe).

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugueses passam mais de oito horas por semana ao volante
    0:59

    País

    Os portugueses gastam, em média, oito horas em deslocações durante a semana. Um estudo do Observatório Europeu da Mobilidade, divulgado hoje, diz ainda que a grande maioria prefere o automóvel como meio de transporte. Entre os países europeus, Portugal é líder na utilização do carro para deslocação para o trabalho.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • PCP abre debate quizenal com assuntos laborais e sociais

    País

    Um dia depois da sessão solene do 25 de Abril, os deputados regressam hoje ao parlamento para mais um debate quinzenal com o primeiro-ministro, que será seguido por uma discussão sobre o Conselho Europeu extraordinário de sábado. Acompanhe aqui em direto às 15h00 e Minuto a Minuto.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.