sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Refugiados ao lado do Papa na audiência geral na praça de São Pedro

Uma dezena de refugiados africanos sentou-se hoje ao lado do Papa Francisco durante a audiência geral semanal na praça de São Pedro.

© Stefano Rellandini / Reuters

Os refugiados sentaram-se no chão, cinco de cada lado, segurando nas mãos pequenas bandeiras do Estado do Vaticano.

"Hoje estou acompanhado por estes rapazes. Muitos pensam que era melhor se ficassem na terra deles, mas ali havia demasiado sofrimento", disse o Papa, indicando os africanos.

"São os nossos refugiados, mas são excluídos por muitos. Por favor, são nossos irmãos. O cristão não exclui ninguém, há lugar para todos", disse.

Francisco dedicou a catequese ao encontro de Jesus com o leproso, sobre a necessidade de recusar "todos os preconceitos humanos".

O papa mostrou-se sempre muito sensível perante a crise dos refugiados na Europa, que chegou a qualificar como a "pior catástrofe humana desde a Segunda Guerra Mundial".

Além das visitas às ilhas de Lampedusa, em Itália, e de Lesbos, na Grécia, dois símbolos do drama da migração para a Europa, Francisco também realizou gestos mais concretos, como alojar famílias sírias no Vaticano.

Na sexta-feira, nove sírios, entre os quais dois cristãos, que estavam em Lesbos, chegaram a Roma por iniciativa do Papa.

Este grupo de refugiados junta-se aos 12 que viajaram com Francisco, na sequência da visita, a 16 de abril, a Lesbos. A associação humanitária católica Comunidade de Santo Egídio está encarregada do alojamento e programa de integração.


Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41