sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Guarda costeira italiana resgata 6.500 migrantes ao largo da Líbia

Emilio Morenatti

​A guarda costeira italiana anunciou esta segunda-feira ter coordenado o socorro a cerca de 6.500 migrantes ao largo da Líbia, num dos dias mais movimentados dos últimos anos no Mediterrâneo.

No domingo, mais de 1.100 migrantes foram resgatados na mesma zona, segundo a guarda costeira italiana, que coordena todas as operações de resgate no norte das águas territoriais da Líbia.

O mês de agosto foi, no entanto, mais calmo que em outros anos, com a chegada de 105 mil migrantes, segundo o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

Os migrantes eram quase todos provenientes da África subsaariana.

"O centro operacional coordenou 40 operações de socorro" ao largo da Líbia, tendo sido salvos "6.500 migrantes", anunciou a guarda costeira italiana na sua conta no Twitter.

Segundo a ONU, pelo menos 3.100 migrantes morreram ou desapareceram no Mediterrâneo durante este ano ao tentar chegar à Europa.

Lusa

  • "O euro como o conhecemos é uma construção imperfeita"
    1:26

    Economia

    O primeiro-ministro diz que o euro como o conhecemos é uma construção imperfeita e que sem regras iguais para todos não é possível a reforma da moeda única. As declarações de António Costa foram feitas esta terça-feira, em Lisboa, numa conferência intitulada de "Consolidar o Euro. Promover a Convergência".

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.