sicnot

Perfil

Refugiados na Europa

Refugiados na Europa

Crise Migratória na Europa

Polícia Marítima resgatou 3.494 imigrantes durante missão na Grécia

A Polícia Marítima (PM) portuguesa resgatou 3.494 imigrantes e refugiados, durante os 11 meses de missão junto da ilha grega de Lesbos, integrada na missão "Frontex Poseidon Sea 2016" de controlo das fronteiras da União Europeia.

Segundo dados hoje divulgados pela Autoridade Marítima Nacional, a equipa da PM resgatou, desde 01 de outubro de 2015, em segurança e para terra, 3.494 imigrantes e refugiados, dos quais 864 bebés e crianças, que corriam risco de vida, e 758 mulheres.

Durante a missão, a PM portuguesa prestou apoio de primeiros socorros a 20 imigrantes e refugiados, tendo-lhes administrado oxigénio e, em quatro dos casos, manobras de suporte básico de vida.

A equipa apoiou igualmente imigrantes e refugiados com mantas térmicas, águas e bolachas, sempre que necessário.

De 01 de outubro de 2015 a 31 de agosto de 2016, a equipa realizou um total de 90 missões de busca e salvamento, deteve cinco facilitadores, recuperou cinco pessoas sem vida e apoiou mais de dez mil imigrantes/refugiados.

No total, efetuou 11.700 milhas náuticas e cumpriu 2031 horas de navegação.

Desde 28 de março que está também a operar uma Viatura de Vigilância Costeira (VVC), para reforçar a capacidade operacional da PM, ao garantir a vigilância costeira da área de operações em simultâneo e em coordenação com as embarcações TEJO e ARADE. A VVC efetuou já 946 horas de missão e controlou 1601 alvos.

A missão da PM, de controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas, tem essencialmente um carácter de busca e salvamento e de ajuda humanitária aos imigrantes e refugiados que diariamente cruzam as águas do mar Egeu, realizando a travessia em a Turquia e a Ilha de Lesbos.

A equipa da PM é composta por 11 Agentes da PM, 1 técnico para o apoio e a manutenção das embarcações e um técnico para a manutenção da componente elétrica e eletrónica da VVC.

A PM vai manter o apoio à guarda costeira grega até 30 de setembro próximo.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC