sicnot

Perfil

Dérbi com todos

Dérbi com todos

Dérbi com todos

Ederson regressa ao palco de estreia

5 de março de 2016

Miguel Angelo Pereira

O dérbi entre Sporting e Benfica proporcionou há pouco mais de um ano a estreia quase a frio de Ederson e desde então o guarda-redes brasileiro tornou-se uma referência incontestável na baliza do líder da I Liga de futebol.

Uma lesão do consagrado compatriota Júlio César obrigou a que o guarda-redes fosse o titular a 5 de março de 2016 na baliza em Alvalade, num jogo crucial, que o Benfica venceu (1-0) e passou para a liderança que lhe daria mais tarde o tricampeonato.

Então com 22 anos, o brasileiro não acusou a pressão e mostrou desde logo qualidades invulgares num guardião tão jovem: frieza, bom nos cruzamentos, destemido nas saídas aos pés dos adversários ou na colocação da bola em jogo.

Além dos predicados defensivos, Ederson tem mostrado apetência para as reposições de bola, graças a uma boa leitura de jogo, servindo os companheiros da frente e promovendo transições rápidas para o ataque.

O dérbi de 2015/16 em Alvalade acabou por ser a rampa de lançamento do guarda-redes no Benfica, numa posição em que a história deu jogadores importantes ao clube como Manuel Bento, Michel Preud'homme, Robert Enke ou Jan Oblak.

A recente saída de Oblak para o Atlético de Madrid, levou à chegada, em 2014/15, do consagrado Júlio César, que alternou com Artur Moraes nas opções, mas foi a titularidade de Ederson que deu nova projeção à baliza dos encarnados.

5 de março de 2016

5 de março de 2016

Miguel Angelo Pereira

Em 2015/16, o jovem, que tinha quatro jogos na equipa B, acabou por fazer todo o final de temporada na I Liga na equipa principal, três jogos ainda na Liga dos Campeões e cinco na Taça da Liga, até chegar à final e vencer.

Terá sido uma das boas exibições na Champions que despertou o alegado interesse de grandes do futebol europeu, em especial do Manchester City de Pep Guardiola, de quem se diz ter referenciado ainda no Bayern Munique - quando defrontou o Benfica - o guardião como futuro reforço.

As boas exibições no Benfica também não passaram despercebidas à seleção brasileira, comandada por Tite, à qual chegou, depois de ter sido observado pelo treinador dos guarda-redes dos canarinhos, Taffarel, campeão mundial de 1994.

Com 53 jogos pelo Benfica, a dúvida persiste em saber se o guarda-redes vai continuar por muito tempo de águia ao peito, apesar de ter renovado em janeiro, até 2023.

Este sábado, o jovem guarda-redes volta ao lugar da partida - na estreia há pouco mais de um ano -, o Estádio José Alvalade, onde deverá ser o titular no eterno dérbi, desta vez da 30.ª jornada da I Liga.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.